Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

As duas questões 24 e 25 referem-se ao caso clínico abaixo: Menina de 11 anos de idade é trazida à unidade de saúde pela mão com queixas de fluxo vaginal que mancha suas roupas intimas. A mãe relata secreção em pequena quantidade, sem odor, não irritativa, não pruriginosa. Na avaliação ginecológica, vulvoscopia sem sinais inflamatórios, hímen intacto, presença de pêlos na região pubiana recobrindo a linha média. Na avaliação da mama, apresenta elevação da mama e da papila, sem separação dos contornos as aréola e da mama. Qual a provável etiologia do fluxo vaginal apresentado pela paciente?

A
Vulvovaginite inespecífica
B
Vulvovaginite específica por Enterobius vermicularis
C
Vulvovaginite específica por Candida albicans
D
Vulvovaginite específica por Gardnerella vaginalis
E
Leucorreia fisiológica
Uma mulher de 37 anos apresenta lesão enegrecida de cerca de 0,8 cm de diâmetro, no dorso. Tipo de biópsia recomendada:
Em relação ao tratamento cirúrgico das hérnias inguinais, é correto afirmar:
Mulher, de 60 anos, com história de artrite reumatoide e frequentes ataques de pseudogota no joelho D apresenta uma história de febre com suores noturnos e dor intensa no mesmo joelho. O exame mostra uma temperatura axilar de 38,6°C, uma frequência cardíaca de 110 bpm, uma pressão arterial de 110/70 mmHg. O joelho D apresenta-se inchado, vermelho, quente e muito doloroso. A contagem leucocitária mostra 15.800 leucócitos, com 80% de neutrófilos, sendo 8% bastonetes. O exame do líquido articular apresentou uma contagem leucocitária de 160.000/mm³, com 95% de neutrófilos e presença de cristais no formato de agulha, birrefringentes. O Gram mostra cocos Gram-positivos agrupados. Entre as medidas a serem tomadas NÃO se inclui:
Quanto à Peritonite Bacteriana Espontânea, pode-se afirmar que:
Compartilhar