Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Gastroenterologia

Endocrinologia

As pancreatites agudas possuem uma ampla variabilidade de gravidade clínica e prognóstico associado, havendo desde quadros de apresentação mais branda, com bom prognóstico, até quadros muito graves, de elevadíssima mortalidade. Ao longo das quatro últimas décadas, diversos critérios e escalas, como a escala de Ranson, a classificação de Balthazar, o escore APACHE II e as dosagens de interleucinas tem sido aplicados ou especificamente desenvolvidos com o fim de estratificar a gravidade e definir o prognóstico dos pacientes vitimados por tal condição. Abaixo são listadas cinco opções de critérios prognosticadores, sendo que uma delas NÃO representa um dos critérios incluídos na escala de Ranson. Assinale esta opção.

A
Hiperamilasemia sérica.
B
Leucocitose no hemograma.
C
Sequestro hídrico aumentado.
D
Queda do hematócrito.
E
Hiperglicemia.
Qual autoanticorpo tem maior frequência nos casos de Lúpus eritematoso sistêmico?
Jovem de 35 anos com quadro de derrame pleural, após toracocentese e análise do líquido pleural com o seguinte padrão: proteínas totais (5,5), DHL (460); Exames laboratoriais de amostra sangue, proteínas totais (4,5), DHL (205). Qual a provável etiologia para o derrame, considerando os critérios de LIGHT?
Na estenose hipertrófica do piloro, é verdadeiro afirmar que:
A elevação dos níveis séricos do antígeno carcinoembriônico (CEA), em casos de adenocarcinoma colorretal, é útil para:
Compartilhar