Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

As patologias malignas da tireoide são comumente classificadas como neoplasias de baixo grau, embora possam se manifestar de forma agressiva em alguns subtipos. Baseado nestas informações, marque o item correto.

A
Em cerca de 10% dos carcinomas papilíferos de tireoide podemos prever multicentricidade.
B
O carcinoma folicular é a segunda neoplasia mais comum da tireoide, com uma maior incidência em homens abaixo dos 50 anos.
C
A variante folicular de células de Hürtle tende a incidir em idades mais avançadas, geralmente com 60 a 70 anos de idade.
D
No carcinoma medular as neoplasias desenvolvem-se nas células foliculares, cujo marcador tumoral de seguimento é a tireoglobulina.
E
O carcinoma anaplásico é uma forma agressiva de neoplasia da tireoide comumente restrita à glândula e mais incidente em jovens.
Tratamento adjuvante com corticosteroides tem sido proposto em algumas formas de tuberculose com discutível benefício na maior parte das vezes. Dentre as abaixo, a opção onde vantagens mais significativas foram descritas é:
Um enfermo com hipertensão arterial pulmonar primária, classe funcional II da NYHA, apresenta mínima redução daquela pressão após prova terapêutica aguda com adenosina endovenosa. Considerando os dados fornecidos a melhor opção terapêutica seria:
Mulher com 51 anos de idade é internada devido a falta de ar, tosse e emagrecimento não quantificado, negando febre, dor torácica ou edemas. Há 7 anos mastectomia por Ca, fazendo quimio e radioterapia. Diabética e hipertensa há 12 anos usando IECA. Hipotireoidismo há 1 ano, em uso irregular de 25 mcg de Puran t4. Coração em RR de 3 tempos ( B4). V e FTV abolidos em 2/3 inferiores do hemitórax direito.PA: 110 x 70 mmHg deitada e após 3 minutos de pé; FR: 24 irpm; FC 66 bpm. Ecocardiograma com derrame pericárdico importante e leve disfunção sistólica de VE, sem outras anormalidades de monta. São hipóteses diagnósticas prováveis, EXCETO:
Paciente de 58 anos, assintomática, 10 mamografias de rastreamento, cujo diagnóstico foi de B1-RADS 4C por area de 2 centímetros com microcalcificações pleomórficas retroareolar à esquerda. O exame-físico e ultrassom das mamas estavam normais. A paciente deve então ser orientada da seguinte forma:
Compartilhar