Questões na prática

Preventiva

As três principais causas de morte da população brasileira, como um todo, são pela ordem:

Sr. Pedro, 82 anos, procurou seu médico de família com escoriações em mmii e hematoma em face após episódio de queda no banheiro de sua casa. Sr. Pedro vive com Dona Lourdes, 80 anos, 1 filha viúva de 56 anos e 2 netas. Veio à consulta acompanhado pela filha, ela relatou que Dona Lourdes também caíra 2 vezes no último mês. O médico de família avaliou a atividade funcional de Sr. Pedro através da investigação das atividades de vida diária básicas. São AVDs básicas, EXCETO:
Quanto ao câncer de próstata, assinale a alternativa INCORRETA:
Gilmar vem à consulta médica e se queixa de dor e fraqueza na mão direita. Ao exame, apresenta dor na base do primeiro quirodáctilo e manobra de Finkelstein positiva à direita. Relata ser hipertenso e diabético de longa data. Trouxe seus últimos exames realizados uma semana antes. Exame: Creatinina: 2,2 mg/dl; Ureia: 51 mg/dl; Glicemia de jejum: 198 mg/dl; TGO: 32 mg/dl; TGP: 28 mg/dl. A melhor conduta para este caso é:
Menina, 24 meses, peso 9,8 kg, estatura 82 cm e PC 48 cm, sofre queda de escada de 2 m. Está consciente e chorosa, com escoriações no crânio, no tórax e em MsIs. Tem respiração espontânea, ruidosa, com tiragem de fúrcula e subcostal. FC 150 bpm, pulsos débeis e PA 50/30 mmHg. Em relação a este caso de trauma, são apresentadas as seguintes assertivas: I. Hipotensão, instabilidade da via aérea e peso inferior a 10 kg são marcadores de mau prognóstico deste caso. II. O PC proporcionalmente maior nesta idade e a maior força da musculatura cervical são fatores de proteção ao trauma craniano. III. A possível contusão pulmonar ocorrida neste caso é a causa mais comum de insuficiência respiratória no trauma pediátrico. Qual é a alternativa correta?
Compartilhar