Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Hepatologia

Assinale a alternativa CORRETA:

A
O consumo de etanol potencializa as lesões hepáticas causadas pela cocaína, possivelmente dependente do sistema enzimático CP-450.
B
O uso de metanfetamina (ecstasy) afeta diversos órgãos e sistemas, porém, o fígado, graças à sua extrema capacidade de regeneração, não é afetado.
C
A hepatite crônica ativa em alcoólatras apresenta aspectos histológicos absolutamente distintos das hepatites crônicas ativas causadas por vírus.
D
Um porcentual significativo de pacientes alcoólatras evolui com hepatite alcoólica, que é caracterizada como uma lesão hepática irreversível.
E
Todas as alternativas acima citadas estão corretas.
Seu José, 74 anos, tabagista, 60 Kg, com hipertensão arterial há 4 anos e claudicação intermitente há 11 meses. Usava sinvastatina para hipercolesterolemia, atenolol e hidroclorotiazida, porém a pressão arterial mantinha-se em 190/115 mmHg, com creatinina sérica de 1,5 mg/dL. Foi introduzido captopril 75 mg/dia, sem ser conseguido o controle da pressão arterial. Portanto, foi aumentada a dose de captopril para 150 mg/dia. Após 10 dias, retorna para reavaliação com PA = 138/80 mmHg, FC = 96 bpm, com a presença de frêmito epigástrico, sem dor abdominal. Não apresentava edema em membros inferiores, nem alteração da cor dos pés. Pulsos poplíteos normais e pediosos diminuídos. Exames: ureia = 90,0 mg/dL; creatinina sérica = 3,6 mg/dL; K = 5,6 mEq/L; EAS = densidade 1018, traços de proteínas, sem sangue, exame do sedimento normal. A primeira conduta mais adequada para esse paciente é:
Sr. Pedro, 82 anos, procurou seu médico de família com escoriações em mmii e hematoma em face após episódio de queda no banheiro de sua casa. Sr. Pedro vive com Dona Lourdes, 80 anos, 1 filha viúva de 56 anos e 2 netas. Veio à consulta acompanhado pela filha, ela relatou que Dona Lourdes também caíra 2 vezes no último mês. Todas as alternativas abaixo seriam contraindicações absolutas para Sr. Pedro iniciar de forma lenta e gradual um programa de atividade física, EXCETO:
Paciente, 18 anos de idade, apresenta em avaliação médica de rotina TA: 160 x 110 mmHg. Tem história familiar de hipertensão arterial. Ritmo urinário sem alterações, com urina de aspecto normal. Ao exame, apresenta-se sem outras alterações à exceção de esmagamento nos cruzamentos artério-venosos na retina e imagem em “chama de vela” na oftalmoscopia. Não há diferença pressórica entre os membros. O exame de uroanálise desse paciente revelou uma densidade urinária de 1020 e raros cilindros hialinos. Esse achado indica:
Paciente, 28 anos de idade, sexo masculino, apresenta-se há 72 horas com febre de até 39°C, cefaleia e dor de garganta. Notou vermelhidão na pele há 24 horas. Ao exame físico, apresenta enantema oral predominante em língua e tonsilas, com hipertrofia de papilas, além de exantema eritematodescamativo acometendo face e tronco e poupando palma das mãos e sola dos pés. O exantema facial poupa região perioral e apresenta-se mais intenso em dobras, onde conflui nas linhas de flexão. O hemograma mostrou 15 mil leucócitos/mm³ com 75% de polimorfonucleares, 160 mil plaquetas/mm³ e Hb: 16 g/dl. No diagnóstico desse paciente, o exame mais útil é:
Compartilhar