Questões na prática

Pediatria

Doenças Respiratórias

Qual das alternativas abaixo não é característica da faringoamigdalite bacteriana (estreptocócica) em crianças?

A
Petéquias em palato.
B
Úvula vermelha e edemaciada.
C
Início agudo com febre elevada.
D
Predomínio em menores de três anos.
E
Presença de cefaleia e/ou dor abdominal.
Das alternativas abaixo, qual o local mais comum de acometimento de metástase dos tumores colorretais:
Homem de 55 anos, tabagista de 40 maços/ano, refere dispneia há 3 dias sem outros sintomas respiratórios. Exame físico: peso 140 kg, afebril, pouco dispneico, FR 26 mpm, PA 150/100 mmHg, FC = P 110 bpm, pico de fluxo 450 L/min, saturação periférica de O2 em ar ambiente 90%. Tórax: murmúrio vesicular diminuído globalmente com sibilos; 2 bulhas rítmicas e normofonéticas com sopro sistólico em foco tricúspide. Abdome globoso, fígado a 2,0 cm do rebordo costal. Edema de membros inferiores, maior à direita. Raio X de tórax normal, ECG ritmo sinusal. Assinale a sequência correta para a abordagem imediata.
O desvio mais comum nas fraturas supracondilianas de úmero em crianças é:
Paciente de 40 anos, diabética com disúria e polaciúria há 7 dias evoluiu para febre alta, dor lombar direita e mal estar geral com punho - percussão dolorosa na mesma região. Após internação recebeu cefalotina 2,0 g IV 6/6 hs, hidratação endovenosa e controle dos níveis glicêmicos com insulina. Após 2 dias, persiste com febre alta (39 ºC), piora do hemograma e dores em cólica que acentuaram em sua periodicidade e gravidade. A conduta imediata deve ser:
Compartilhar