Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Assinale a alternativa correta em relação a febre:

A
Acima de 37°C, qualquer temperatura é considerada como febre.
B
Febre de origem indeterminada é definida como febre com duração de pelo menos 3 semanas que permanece sem diagnóstico após 1 semana de investigação.
C
Febre é sempre um sintoma/sinal de doença de difícil controle.
D
O uso de antitérmicos para baixar a temperatura deve ser evitado, pois mascara o quadro clínico e dificulta o diagnóstico.
E
Nenhuma das respostas está correta.
É considerado condição de baixo risco para complicações pulmonares no pós-operatório:
Paciente de 44 anos, sexo masculino, apresenta dor na região anal há 3 dias, além de tumoração local e febre não aferida. Nega vazamento de secreção purulenta ou sangramento local. Hábito intestinal diário, sem alterações. Ao exame físico, observa-se turnoração na borda anal de aproximadamente 3 cm de diâmetro, endurecida, com aumento de temperatura e hiperemia. O toque retal é doloroso, mas sem outras alterações. A conduta adequada é:
Adolescente de 15 anos, sexo feminino, é levada ao ambulatório por seus pais, preocupados com sua magreza. Relatam que a filha apresenta medo intenso de ganhar peso, analisa todas as calorias dos alimentos que vai ingerir, está sempre procurando sites de alimentação na internet com objetivo de se manter abaixo de 40 kg. Exame físico: emagrecida; palidez cutâneo-mucosa; P: 39,5 kg (abaixo de pB); altura: 1,58 m (p50); IMC: 15,8; FC: 48 bpm; Tax.: 36°C; PA: 100 x 65 mmHg. Estadiamento de Tanner: M4P4. A hipótese diagnóstica mais provável é:
Menino de 16 anos chega à emergência com história de cefaleia e congestão nasal há 5 dias. No dia do atendimento evoluiu com edema do olho direito, cefaleia frontal à direita e vômitos. O exame físico revela paciente letárgico, mas despertável, proptose do olho direito e congestão nasal. A nuca está livre e não há outra alteração no exame físico. O exame a ser realizado nesse caso será:
Compartilhar