Questões na prática

Pediatria

Pediatria Geral

Doenças Respiratórias

Assinale a alternativa correta em relação ao calendário básico de imunização preconizado pelo Ministério da Saúde:

A
A vacina contra a Hepatite B no recém-nascido deve ser aplicada nas primeiras 12 horas de vida.
B
A primeira dose da imunização contra tuberculose pode ser realizada em bebês com menos de 2 kg ao nascer.
C
A vacina contra a febre amarela está indicada no primeiro semestre de vida, com reforço aos 9 meses de idade.
D
Rotineiramente indica: imunização contra meningococo C, pneumococo 7-valente, varicela e Hepatite A.
E
A administração da tríplice viral (vacina contra sarampo, rubéola e caxumba) pode ser administrada sem restrições em pacientes que estão utilizando terapia imunossupressora em doses elevadas e por tempo prolongado.
Uma adolescente de 15 anos apresenta episódios intermitentes de cefaléia há três anos. A dor é hemicrania, ora direita ora esquerda, tipo latejante, de moderada a forte intensidade, associada a náuseas, vômitos, fonofobia e fotofobia. Precedendo as crises, ela refere parestesias em face e mãos, associadas a escotomas cintilantes. As crises duram em média cinco horas e melhoram com uso de paracetamol. O exame neurológico é normal. As crises ocorrem duas vezes por mês, próximo ao período de provas escolares. O diagnóstico, nesse caso, é:
Um paciente do sexo masculino, de 5 anos, chega claudicando no pronto-socorro com uma história de dor em quadril esquerdo que se irradia para o joelho esquerdo há 2 dias. Mãe relata quadro de faringite viral duas semanas antes que se resolveu sem medicação. Ao exame físico, apresenta-se com o quadril esquerdo abduzido e flexionado, com dor à movimentação passiva. A velocidade de hemossedimentação é de 28 mm/h. O diagnóstico mais provável é:
Um menino de 3 anos é trazido à Emergência pelos pais devido à piora na tosse, iniciada há alguns dias. Sua tosse passou a ser acompanhada de secreção espessa em grande quantidade no dia de hoje. Os pais negam contato com outras crianças doentes. Sua temperatura é 39°C e nota-se estridor inspiratório, além de tiragens. Uma radiografia simples da região cervical com incidência para partes moles mostra edema subglótico. Qual o próximo passo na conduta desse paciente?
Criança, 4 anos de idade, é internada com quadro de náusea, vômito e dor abdominal. Apresenta-se torporosa, emagrecida, febril, TAX: 38°C, com sinais de desidratação, apesar da diurese abundante, enchimento capilar: 6 seg, F.R.: 40 irpm, PA: 80x40 mmHg, F.C.: 120/bpm. Os exames laboratoriais iniciais revelaram glicemia: 500 mg/dl, K: 4,7, Na: 126, PCO2: 16 mmHg, PO2: 75 mmHg, SatO3: 95%, gasometria arterial Ph: 7,15, HCO3: 6 mEq/l. Nesse caso, pode-se afirmar que se trata, provavelmente, de
Compartilhar