Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Sobre a prevenção de casos secundários de meningite meningocócica, assinale a alternativa CORRETA.

A
O paciente acometido deverá receber além de Penicilina G ou Ampicilina, Rifampicina por 48h, para erradicar a bactéria do orofaringe.
B
Os profissionais da saúde que examinaram o paciente ou tiveram contato em um mesmo ambiente deverão receber quimioprofilaxia com Rifampicina ou Ciprofloxacina.
C
Durante a internação do paciente, está indicado isolamento respiratório do tipo aerossol nas primeiras 24h de tratamento.
D
Os familiares do paciente deverão receber quimioprofilaxia com Rifampicina ou vacinação antimeningocócica, o mais brevemente possível.
Na obstrução arterial aguda embólica, o fator mais importante que determina a evolução da isquemia é:
Gestante de 30 semanas apresenta-se com feto masculino, oligoâmnio, uretero-hidronefrose Grau IV bilateral e bexiga dilatada. A HIPÓTESE DIAGNÓSTICA E CONDUTA PÓS-NATAL SÃO:
Paciente com cardiopatia dilatada referiu dor súbita em membro inferior direito há 3 horas da internação. Negava antecedente de claudicação. Ao exame, constatou-se ausência de pulsos em membro inferior direito e pulsos normais nos demais membros. Qual é a hipótese diagnóstica mais provável e a melhor conduta?
Um lactente de 5 meses chega ao pronto-socorro com frequência cardíaca de 220 batimentos por minuto, pulsos palpáveis e enchimento capilar de 2 segundos. Levado para a sala de emergência, administrado oxigênio e observado no monitor cardíaco: QRS estreito (< 0,09s), intervalo R-P "menor ou igual a" 70ms e intervalo R-R constante. Qual das seguintes opções seria mais adequada?
Compartilhar