Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Assinale a alternativa que contribui com o diagnóstico de apendicite aguda em uma criança de 5 anos com dor na fossa ilíaca direita.

A
Estertores à ausculta pulmonar em base direita.
B
História de trauma abdominal recente.
C
Dor e descompressão brusca positiva na fossa ilíaca esquerda.
D
Diarreia severa.
E
Início da dor na região periumbilical.
Assinale a alternativa correta com relação ao abdome agudo na criança:
Mulher jovem com 23 anos, gestante pela 1ª vez, 36 semanas, apresenta-se com Pressão Arterial = 170 x 110 mmHg na Emergência Obstétrica e queixa-se de cefaleia, visão turva, diplopia e dor epigástrica. Diante desse quadro qual a hipótese mais provável?
Homem, 42 anos de idade, procurou atendimento médico em unidade básica de saúde, com história de diarreia há três meses, com fezes pastosas em grande volume, com restos alimentares e presença de gordura. Perda ponderal de 10 kg no período. Refere ingestão de meia a uma garrafa de aguardente por dia, desde a adolescência. Ao exame físico: bom estado geral, mau estado nutricional, consciente, orientado e hipocorado +/4+. Pressão arterial: 90/60 mmHg e frequência cardíaca: 102 bpm. Abdome escavado, flácido, discretamente doloroso à palpação profunda de epigástrio, sem sinais de defesa, sem visceromegalias ou massas palpáveis, ruídos hidroaéreos normativos. O mecanismo fisiopatológico que mais, provavelmente, explica a diarreia é:
Um paciente portador de anemia falciforme é internado com febre, taquipneia, dor torácica intensa e radiografia de tórax com infiltrado heterogêneo. Evolui, 24 horas depois, com piora do quadro clínico e hipoxemia severa. Qual o provável diagnóstico e qual a conduta mais adequada, nesse caso?
Compartilhar