Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

Mulher, 57 anos, observou aumento de volume da região cervical anterior há 6 meses. No exame físico foi palpado, em região do lobo direito da tireoide, um nódulo de 2x3 cm, de consistência fibroelástica, indolor, não aderido aos planos profundos. Exame laboratorial: TSH = 1,0 mUI/L (normal = 0,4–4,0). Com relação à abordagem dos nódulos tireoideanos, assinale a alternativa INCORRETA.

A
Nódulos de tireoide são comuns, podendo ser detectados à palpação em cerca de 5% da população adulta.
B
A distinção entre lesões foliculares benignas e malignas nem sempre é possível na amostra citológica obtida através de punção com agulha fina.
C
O carcinoma folicular é a neoplasia de tireoide mais prevalente na população.
D
Se o TSH fosse suprimido, estaria indicada a realização de uma cintilografia.
E
O nódulo solitário hiperfuncionante (adenoma tóxico) é em geral consequência de mutação somática ativadora no receptor do TSH.
Criança de 4 anos é trazida para atendimento por ser contato de adulto tuberculoso. Seu avô de 65 anos, que reside no mesmo domicílio que o menor está com tuberculose pulmonar bacilífera, em tratamento com esquema I do Ministério da Saúde há dois meses. A criança apresenta-se assintomática, com raio X de tórax normal e Prova Tuberculínica (PPD) de 13 mm. Qual a conduta mais adequada a ser tomada com essa criança?
Em relação à síndrome de West (espasmo infantil), considere as seguintes afirmativas: 1. Usualmente se inicia entre os 4 e 8 anos. 2. O eletroencefalograma mostra hipoarritmia. 3. As crises podem ser controladas com corticosteroides (ACTH). 4. O tratamento precoce controla as crises em mais de 90% dos casos. Assinale a alternativa correta.
Em relação à hérnia diafragmática congênita, identifique se as afirmativas abaixo são verdadeiras (V) ou falsas (F). ( ) É mais frequente à esquerda e em 50% dos casos está associada a outras malformações, como defeitos do tubo neural, defeitos cardíacos e malrotação intestinal. ( ) Em alguns casos, pode ter curso clínico assintomático e ser diagnosticada casualmente após a realização de uma radiografia de tórax. ( ) A hipoplasia pulmonar, a hipertensão pulmonar persistente e a deficiência de surfactante são fatores que dificultam o manejo ventilatório dos pacientes com formas graves da doença. ( ) A passagem de sonda gástrica calibrosa mantida sob aspiração contínua, a hiperventilação e a sedação são as estratégias mais indicadas para manejo clínico do paciente antes do tratamento cirúrgico. ( ) O tratamento cirúrgico, com redução do intestino intratorácico e fechamento do defeito diafragmático, é considerado uma emergência e deve ser realizado preferencialmente nas primeiras 6 horas de vida. Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta, de cima para baixo.
Lactente de 2 meses com história de ruído inspiratório de início aos 20 dias de idade após quadro de infecção viral. A mãe refere que o quadro piora com o choro e quando a criança se agita. Ao exame físico apresenta estridor inspiratório, bom estado geral, eutrófica. Qual o diagnóstico dessa criança?
Compartilhar