Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia Pediátrica

Assinale a patologia congênita mais frequente do pescoço:

A
Cisto do canal tireoglosso.
B
Linfangioma.
C
Cisto branquial.
D
Torcicolo congênito.
E
Cisto desmoide.
Homem, 23 anos, queixa-se de dor lombar súbita após esforço, há 2 horas. Exame físico: dor à palpação da musculatura paravertebral, reflexos osteotendinosos presentes e simétricos de MMII, sinal de Lasègue negativo. Além da analgesia, a conduta é:
RN, filho de mãe usuária de álcool durante a gestação, apresenta sinais de síndrome alcoólica fetal, do tipo:
Lactente de 1 ano e 6 meses, com diagnóstico prévio de Tetralogia de Fallot, em uso de propranolol. Trazido ao pronto socorro pela mãe, pois ficou roxinho, após aplicação da vacina BCG no posto de saúde. Ao exame encontrava-se cianótico 3+/4+, agitado e chorando. Foi colocado em oxigenoterapia. FC = 176 bpm, pulsos fortes e perfusão limítrofe. FR = 36 ipm, esforço leve a moderado, pulmões limpos. O fígado não era palpável e o abdômen era flácido. Referente ao caso, está correta a seguinte afirmativa:
Os fundamentos da boa prática clínica continuam sendo a anamnese e o exame físico, indispensáveis para o raciocínio clínico acurado e a propedêutica correta. Em relação à Semiologia Cardíaca na Criança, julgue os seguintes itens.1) Déficit de crescimento ponderoestatural pode ser um dos achados em crianças com cardiopatia congênita. 2) As unhas em vidro de relógio e o baqueteamento digital são encontrados nas cardiopatias congênitas cianóticas desde o período neonatal. 3) A posição de cócoras na Tetralogia de Fallot não é frequente, pois piora o retorno venoso e, consequentemente, também a crise de hipoxemia. 4) A fácie de Down mostra a necessidade de avaliação cardiológica detalhada, devido à grande incidência de cardiopatia nos pacientes dessa Síndrome. 5) A importância da palpação dos pulsos femorais desde o nascimento, bem como a observância da assimetria ou ausência de pulsos em membros inferiores, são devidas ao fato de que tais anormalidades podem indicar coarctação de aorta ou arterites. 6) O manguito pequeno para o paciente pode tornar a aferição de sua pressão arterial falsamente aumentada. 7) A ausculta de ritmo irregular na criança, com aumento da frequência cardíaca à inspiração e diminuição à expiração caracteriza a arritmia respiratória. 8) Se a taquicardia estiver presente na vigência de febre, deve ser reavaliada após a normalização da temperatura. 9) O melhor local para se observar a cianose central é a língua. 10) A cianose periférica pode estar presente devido ao frio.
Compartilhar