Questões na prática

Clínica Médica

Hematologia

Reumatologia

Assinale os achados compatíveis com CRITÉRIOS CLASSIFICATÓRIOS para lúpus do Colégio Americano de Reumatologia:

A
plaquetas em 50.000/mm³, proteinúria de 0,4 g/l e área de alopecia em placa
B
leucócitos de 2.000/mm³, proteinúria de 0,5 g/l e fenômeno de Raynaud
C
artrite de duas ou mais articulações, úlceras orais e alopecia difusa
D
hemiparesia a direita, proteinúria de 1,2 g/l e fotossensibilidade
E
convulsões, proteinúria de 1,2 g/l e anemia hemolítica
Hiroito, 3 anos, compareceu ao consultório de sua pediatra com quadro de febre há mais de cinco (05) dias, a qual não respondeu ao uso de antibióticos, lesões orolabiais, hiperemia conjuntival, não exsudativa, exantema eritematomaculopapular, além de trombocitose. O garoto evoluiu com aneurisma coronariano. Qual a hipótese diagnóstica MAIS PROVÁVEL?
Miguel tem 12 anos, estatura desproporcionalmente elevada, aracnodactilia e leve deslocamento do cristalino. Seu pai faleceu subitamente durante um exercício físico. Dra. Patrícia desconfiou de uma possível alteração genética no gene que codifica a fibrilina-1. Solicitou, então, um ecocardiograma que evidenciou uma dilatação da aorta ascendente com regurgitação aórtica. Em que patologia Dra. Patrícia deve ter pensado?
Paciente de 75 anos, tabagista, com doença pulmonar obstrutiva crônica, otite média crônica em tratamento com amoxacilina, hipertenso há 12 anos e diabético há 8 anos, em uso de glimeperida 4 mg/dia, metformina 850 mg/dia, amilorida 10 mg/dia, captropil 75 mg/dia, cavedilol 25 mg/dia e sinvastatina 40 mg/dia, sequelado de AVC (hemiparético à E), chega ao pronto-socorro do SUS com história de cefaleia holocraniana e constante há 9 dias; disfasia há 4 dias; náuseas, vômitos e confusão mental há 2 dias. Há 3h, apresentou crise convulsiva tonicoclônica generalizada. Apresenta ainda dispneia de repouso e ortopneia, astenia e anorexia. Nega febre. Ao exame, PA de 150/90 mmHg, FC de 68 bpm, FR de 27 ir/min, afebril, hipocorado (++/4), edema de MMII, ++/4; AR: murmúrio vesicular universalmente diminuído com estertores difusos; ACV; RCR, 3T, bulhas normofonéticas, sopro sistólico em foco aórtico de +/4; ABD; hepatomegalia a 2 cm do RCD, dolorosa e macicez móvel à percussão; Sistema nervoso: força grau III à E, desorientado, disfásico, sem sinais meníngeos. Exames complementares: leucócitos de 3.100 cél/mm3, plaquetas de 746.000, proteína c reativa de 32 mg/dl, creatinina de 1 mg/dl, sódio de 130 meq/l, potássio de 6,1 meq/l. Radiografia de tórax: presença das linhas B de Kerley e infiltrado Peri-hilar bilateral. Em relação ao caso clínico, responda: Em relação à causa base do quadro clínico atual do paciente, marque a melhor opção:
Paciente feminina, 46 anos, proveniente de Pedro Rosário-MA, chega ao ambulatório. Refere diagnóstico de enxaqueca crônica e nega outras patologias conhecidas. Queixa de cefaleia unilateral pulsátil, retro-orbitária, intensa, que lhe acorda à noite e dura cerca de 1 hora, sudorese fria; refere cerca de três crises ao dia, durante cerca de dois meses, todos os anos, há 2 anos. Refere alcoolismo crônico. Ao exame, ptose palpebral, miose e congestão ocular unilateral e ipsilateral ao local da dor; sem outras alterações ao exame físico. Qual o provável diagnóstico e conduta adequada?
Compartilhar