Questões na prática

Clínica Médica

Pneumologia

Reumatologia

Associe os autoanticorpos com as manifestações clínicas esperadas: A - anti RO/SS-A; B - anticardiolipinas; C - anti DNA; D - anticentrômero; E - anti RNP. 1- mulher de 30 anos com história de abortamentos de repetição; 2- mulher de 50 anos com Raynaud de longa duração e padrão capilaroscópico tipo SD; 3- recém-nascido com manchas fotossensíveis ao redor dos olhos e bradicardia; 4- mulher de 30 anos com rash em borboleta, hipertensão arterial e edema de face; 5- mulher de 50 anos com Raynaud, fotossensibilidade, plaquetopenia, miosite e fibrose pulmonar. A melhor associação é:

A
1 A, 2 B, 3 C, 4 D, 5 E
B
1 B, 2 D, 3 A, 4 C, 5 E
C
1 A, 2 D, 3 B, 4 C, 5 E
D
1 B, 2 A, 3 C, 4 E, 5 D
E
1 B, 2 E, 3 A, 4 C, 5 D
Paciente do sexo feminino, 29 anos. Há 5 anos, diagnóstico clínico e neurofisiológico de miastenia gravis, porém com anticorpo antirreceptor de acetilcolina negativo. Evoluiu com dificuldade de controle com tratamento medicamentoso. Submetida a timectomia, sem melhora dos sintomas. Houve melhora dos sintomas após a realização de 5 sessões de plasmaférese. Sobre esse caso, é correto afirmar:
Na síndrome do nervo glúteo superior ocorre comprometimento:
Qual o padrão eletrencefalográfico classicamente relacionado a encefalopatia hepática?
As especificações técnicas abaixo estão relacionadas ao registro de pacientes com suspeita de morte encefálica (silêncio elétrico-cerebral). Qual delas NÃO pode ser adotada como critério de morte encefálica?
Compartilhar