Questões na prática

Clínica Médica

Nefrologia

Carolina, 75 anos, obesa, mora em casa geriátrica. É trazida à Emergência por sua filha com diarreia e letargia. Estava bem até há quatro dias quando iniciou diarreia líquida, que não melhorou com loperamida e evoluiu com sangue em 24 horas. Duas senhoras da casa geriátrica apresentaram quadro semelhante. Nega uso de medicamentos. Exame físico: sonolenta, desidratada e identifica a filha; hipocorada (3+/4), ictérica (+4), fraqueza nos membros. Abdome depressível e doloroso difusamente, com peristalse aumentada. O exame neurológico não mostra alterações focais. Exames laboratoriais: hematócrito 25%; plaquetas 67.000/mm³; glicose 700 mg/dL; ureia 60 mg/dLI; creatina 3,5 mg/dLI; K+ 4,0 mEq/L. Na 128 mEq/I, bilirrubinas totais 3 mg/dL; bilirrubina indireta 2,0 mg/dL. Exame de fezes: sangue e leucócitos. O provável diagnóstico e o agente etiológico são, respectivamente, síndrome:

A
Séptica; Pseudomonas aeruginosa
B
Guillain Barré; Campylobacter
C
Hemolítico-urêmica; Escherichia coli
D
Choque tóxico; Staphylococcus aureus
Lactente do sexo masculino de 3 meses apresenta tumoração inguinal redutível a esquerda com testículo tópico deste lado e criptorquidia direita, com testículo palpável em região inguinal direita. A conduta recomendada neste caso é:
Paciente de 60 anos, sem comorbidades prévias, no quinto dia de pós-operatório de gastrectomia parcial por tumor gástrico de antro com reconstrução a BII, evolui com febre, dispneia, distensão e dor à descompressão brusca do abdome. O diagnóstico mais provável para esse paciente é:
Um paciente de 60 anos é submetido a uma cistectomia radical, com linfadenectomia pélvica difícil, sangramento intraoperatório e necessidade de transfusão de quatro unidades de concentrado de hemáceas. Cinco horas após, o cirurgião é chamado ao centro de recuperação, devido a sangramento importante pelo dreno e pela incisão. Os exames revelam tempo de protrombina, tempo de tromboplastina parcial e de sangramento normais. Os produtos de degradação da fibrina não estão elevados, o fibrinogênio sérico está diminuído, e a contagem de plaquetas é de 65.000/mm³. Provável causa desse sangramento:
As principais características da Síndrome de West são:
Compartilhar