Questões na prática

Clínica Médica

Nefrologia

Carolina, 75 anos, obesa, mora em casa geriátrica. É trazida à Emergência por sua filha com diarreia e letargia. Estava bem até há quatro dias quando iniciou diarreia líquida, que não melhorou com loperamida e evoluiu com sangue em 24 horas. Duas senhoras da casa geriátrica apresentaram quadro semelhante. Nega uso de medicamentos. Exame físico: sonolenta, desidratada e identifica a filha; hipocorada (3+/4), ictérica (+4), fraqueza nos membros. Abdome depressível e doloroso difusamente, com peristalse aumentada. O exame neurológico não mostra alterações focais. Exames laboratoriais: hematócrito 25%; plaquetas 67.000/mm³; glicose 700 mg/dL; ureia 60 mg/dLI; creatina 3,5 mg/dLI; K+ 4,0 mEq/L. Na 128 mEq/I, bilirrubinas totais 3 mg/dL; bilirrubina indireta 2,0 mg/dL. Exame de fezes: sangue e leucócitos. O provável diagnóstico e o agente etiológico são, respectivamente, síndrome:

A
Séptica; Pseudomonas aeruginosa
B
Guillain Barré; Campylobacter
C
Hemolítico-urêmica; Escherichia coli
D
Choque tóxico; Staphylococcus aureus
Paciente chega ao HUGO após queda de moto com dor em perna direita com deformação e limitação funcional do membro afetado. Ao exame físico: fratura exposta maior que 1 cm de extensão, sem dano excessivo das partes moles, sem retalho ou avulsão. A Radiografia confirma a fratura de tíbia e fíbula. Qual o grau da lesão segundo a classificação de Gustilo e Anderson?
Em relação à gestação múltipla, assinale a alternativa correta.
Os abscessos retroperitoneais podem ser classificados como primários, quando estão relacionados a uma disseminação hematogênica, ou secundários, quando relacionados a um quadro infeccioso num órgão adjacente. Qual dos itens abaixo representa a maior frequência relativa dos abscessos retroperitoneais quanto a sua etiologia?
Mulher, 74 anos de idade, com neoplasia de mama e metástases ósseas, apresenta queixas de fraqueza muscular, náuseas, constipação intestinal e dores difusas, há 1 semana. Exame laboratorial evidenciou cálcio total = 15 mg/dl (normal: 8,5 a 10,5 mg/dl). A primeira conduta para este caso é:
Compartilhar