Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Carolina encontra-se na 30ª semana de sua primeira gestação. Queixa- se de pouca dor abdominal tipo cólica com uma contração de Braxton-Hicks por hora e feto reativo à cardiotocografia. Ao toque, não há alteração significativa das condições cervicais fisiológicas. A melhor conduta é:

A
prescrever somente repouso, analgésicos e antiespasmódico
B
prescrever tocolítico via oral, por se tratar de ameaça de parto prematuro
C
prescrever analgésicos, anti-espasmódicos e tocolíticos via oral por se tratar de ameaça de parto prematuro
D
internar e prescrever tocolíticos intra-venosos por se tratar de parto prematuro
E
encaminhar para cesareana de urgência
Rafael, 21 anos, há cerca de 2 anos apresenta história de desânimo, tristeza, irritabilidade e se interessa pouco em estudar. Dorme demais e se alimenta de maneira irregular. Eventualmente, tem episódios de raiva. Seus relacionamentos afetivos são irregulares. No último ano, envolveu-se em 3 acidentes de automóvel. Já explicitou desejo de morrer. Aos 5 anos de idade, o pai morreu em acidente, não foi excluída a hipótese de suicídio. Qual, dentre as opções abaixo, apresenta o diagnóstico mais provável?
Numa paciente de 53 anos que apresentava dor abdominal eventual, anemia, episódios de melena e mudança do hábito intestinal, os exames, incluindo ultrassonografia, colonoscopia e tomografia computadorizada, levaram a suspeita diagnóstica de uma mucocele do apêndice. No ato cirúrgico, o diagnóstico de mucocele do tipo III foi confirmado. Qual a conduta terapêutica a ser adotada?
Em relação ao teste de oximetria, conhecido como o teste do coraçãozinho, marque a alternativa que MENOS corresponde ao objetivo da implantação deste teste de triagem, cuja recomendação é que seja realizado em todos os recém-nascidos antes da alta hospitalar.
A etiologia da hérnia inguinal na infância está relacionada à:
Compartilhar