Questões na prática

Pediatria

Pediatria Geral

Neonatologia

Doenças Respiratórias

Com base no Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde do Brasil para a região do Distrito Federal, assinale a opção incorreta.

A
O esquema básico no 1º ano de vida propõe: vacina anti-hepatite B e BCG intradérmico ao nascer; vacina anti-hepatite B com 1 mês de vida; vacina tetra, antipoliomielítica e antipneumocócica aos 2, 4 e 6 meses; vacina contra rotavírus aos 3 e 5 meses; vacina contra hepatite B e febre amarela aos 6 meses e tríplice viral (caxumba, rubéola e sarampo) aos 12 meses de vida.
B
Vacinas de bactérias ou vírus vivos atenuados não devem ser administradas em crianças com imunodeficiência congênita ou adquirida: ou com neoplasia maligna; ou em tratamento com corticosteroides em esquema imonusupressor.
C
Não contituem contraindicação geral à vacinação: doenças benignas comuns, com infecção de vias aéreas superiores ou diarreia aguda; desnutrição, mesmo que grave, desde que sem doença infecciosa grave; encefalopatia crônica não progressiva; prematuridade ou baixo peso ao nascer, exceto para a vacina BCG, que deve ser adiada para quando o peso for maior ou igual a 2.000 g.
D
Se, após 6 meses, a criança vacinada com a BCG em uma unidade de saúde de referência para imunização não apresenta cicatriz vacinal, essa criança deve ser revacinada sem necessidade de realização prévia do teste tuberculínico.
E
Em inquérito sorológico e marcadores virais para hepatite, um adolescente apresentará apenas o anti-HbsAg positivo, esse achado representará resposta do organismo à vacinação contra o vírus da hepatite B e não à infecção pregressa pelo mesmo agente.
Mãe percebe massa abdominal ao dar banho em sua filha de 3 anos. A criança está em bom estado geral e assintomática. A ultrassonografia revela um tumor de topografia intrarrenal. Diante desse quadro, qual o diagnóstico mais provável?
Menino de 2 anos de idade, chega ao Pronto-Socorro com história, há 4 dias, de tosse e coriza. Apresentou febre de 38°C nos primeiros dois dias. Hoje mãe notou criança com rouquidão e tosse ladrante. Ao exame criança agitada, com cianose perioral, ao choro. Ao colocar a criança em um leito de observação, a enfermeira notou piora da agitação e cianose. A conduta neste momento é:
A causa mais comum de sangramento baixo em crianças é:
O método de escolha para diagnóstico de qualquer cardiopatia congênita no recém-nascido:
Compartilhar