Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Com relação à adaptação tardia após a ressecção ileal, podemos afirmar, EXCETO:

A
A adaptação do intestino é melhor após ressecções no intestino proximal do que do distal.
B
A presença de nutrientes intra-luminal exerce efeito direto na mucusa intestinal, prejudicando o trofismo normal do intestino delgado e uma melhor adaptação.
C
As crianças têm melhor prognóstico em ressecções intestinais do que os mais idosos.
D
A glutamina, a secreção biliar e a pancreática são fatores estimulantes à adaptação intestinal.
Pré-escolar de 3 anos é levado à emergência com quadro de febre e tosse há 3 dias. Exame físico: t.ax.: 38,5°C, regular estado geral, FR: 58 mrpm e tiragem subcostal. Rx de tórax: broncopneumonia em lobo inferior esquerdo. O diagnóstico e a conduta adequada são, respectivamente:
Após a chegada da equipe médica, o atendimento das vítimas triadas em primeiro lugar deve ser realizado com qual manobra?
Na avaliação da dor lombar há os "sinais de alerta" que indicam uma condição mais grave, como câncer, infecção, fratura ou síndrome da cauda equina. Dentre as seguintes alternativas, qual NÃO é um sinal de alerta:
Recém-nascido de 36 semanas de gestação, sexo masculino, parto cesariana, nasce em apneia, sendo recuperado com um ciclo de ventilação com pressão positiva, com balão e máscara. Em seguida, como permanece dependente de oxigênio, com gemido expiratório, batimento de asas de nariz e taquipneia, é levado para a unidade de terapia intensiva. Colocado em berço de calor radiante e campânula a 60% de FiO2, permanece com boa saturação (90 a 94%), com taquipneia e frequência respiratória que varia de 80 a 92 movimentos por minuto. Ao exame radiológico, observa-se espessamento da cisura entre lobo médio e inferior, aumento da trama vascular, hiperinsuflação pulmonar e inversão da cúpula diafragmática. O diagnóstico mais provável é:
Compartilhar