Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Hepatologia

Com relação à anastomose espleno-renal distal para tratamento da hipertensão portal pode-se afirmar que:

A
pode ser utilizada em doentes com hipertensão portal de origem cirrótica desde que sejam classificados como Child C.
B
nos doentes esquistossomóticos é comum a ocorrência de encefalopatia hepática no período pós-operatório.
C
a anastomose é feita entre a veia esplênica (terço proximal) e a artéria renal esquerda.
D
na hipertensão portal de origem esquistossomótica constitui-se no método cirúrgico que apresenta melhores resultados.
E
a anastomose é feita entre a veia esplênica (terço distal) e a veia renal direita.
Paciente submetida à colecistectomia, com perfuração da vesícula biliar, no ato operatório, com vazamento de bile para cavidade. A paciente evoluiu, no pós-operatório, com dor em região de HD irradiada para região subescapular ipsilateral. Trata-se de:
Qual o padrão- ouro para acompanhamento, a longo prazo, do controle glicêmico de paciente com diabetes melito ?
Em mulher de 57 anos, submetida à exame de rotina, foi encontrado um nódulo de tireoide com 8 mm. Em relação a este achado casual, assinalar a alternativa CORRETA:
Quanto às neoplasias cutâneas em geral, assinalar a alternativa CORRETA.
Compartilhar