Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia Geral

Com relação à anestesia local podemos afirmar, exceto:

A
Consiste na infiltração local do anestésico nos tecidos que serão tratados indo atuar diretamente nas terminações nervosas.
B
A adrenalina é o vasoconstrictor mais utilizado em associação com o anestésico e deve ser usado mesmo em se tratando de extremidades (dedos, por exemplo).
C
Rotineiramente usa-se solução anestésica de lidocaína a 0.5% associada à adrenalina, em concentrações variadas de acordo com a região e o volume a ser infiltrado.
D
Mesmo em cirurgias sob anestesia geral pode-se infiltrar localmente os tecidos com solução vasoconstrictora para diminuir o sangramento.
E
As manifestações indicativas de complicações da anestesia local são principalmente no sistema cardiovascular e sistema nervoso central.
Paciente de 40 anos de idade com diagnóstico de epilepsia apresentou atividade motora em membros superiores sendo mais evidentes à direita. Era incapaz de responder adequadamente a comandos verbais ou visuais durante a crise e tinha memória ou percepção comprometida da fase ictal. Podemos classificar como crises epiléticas do tipo:
Homem de 72 anos de idade, tabagista, diabético com hipertensão arterial apresentou quadro súbito de afasia e déficit motor à direita, força muscular graduada em 3 em Membro Superior Direito e 4 em Membro Inferior Direito. A causa mais comum de infarto cerebral é:
Adolescente de 15 anos, proveniente da zona rural, após sofrer uma queda, apresenta ferimento limpo em perna esquerda. A acompanhante mostra ao médico o cartão em que estão anotadas as vacinas obrigatórias que a adolescente tomou na infância, o qual está completo. A conduta correta para esse caso clínico é:
As características da convulsão febril são:
Compartilhar