Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Nefrologia

Hepatologia

Com relação à hepatite B, qual das afirmativas abaixo se encontra incorreta?

A
Seu agente causador é um vírus ADN, diferente da hepatite A que é ARN
B
Na maioria dos casos de hepatite B aguda, a infecção é autolimitada e seguida de imunidade, e apenas raramente leva à hepatopatia crônica
C
Após a fase aguda da doença pode haver um período entre o desaparecimento do HBsAg e o aparecimento do Anti-HBs (“janela imunológica”), em que o único marcador presente é o Anti-HBc
D
Casos de Anti-HBsAg e Anti-HBeAg positivos tendem evoluir para cronicidade
E
Manifestações extra-hepáticas, como glomerulonefrite e vasculite podem ocorrer sem hepatopatia aparente
Mulher, 48 anos, após tratamento dentário passou a queixar-se de dor e abaulamento cervical submandibular direita. Ao exame apresenta trismo e massa de limites imprecisos com cerca de 6cm de diâmetro sem pontos de flutuação. A tomografia computadorizada confirmou o diagnóstico de abscesso cervical profundo e presença de ar dissecando os tecidos do pescoço, tendo sido iniciado antibioticoterapia. Considerando o diagnóstico, qual deverá ser a conduta adotada?
Sobre a nefrolitíase, julgue as alternativas a seguir: I - O cálculo de oxalato de cálcio é o tipo mais comum de cálculo renal, isolado ou associado a fosfato. II - O cálculo de ácido úrico está associado a pouca ingesta de água e a pH urinário básico. III - O cálculo composto de estruvita (fosfato amoníaco magnesiano) está relacionado à infecção urinária por germes produtores de urease, principalmente <i>Proteus mirabilis</i> e <i>Klebsiella</i>.
O Tumor de Wilms é uma neoplasia renal embrionária consistindo em blastema metanefrético na maioria dos casos. Sobre este assunto, marque a opção INCORRETA.
A transposição de grandes artérias é uma cardiopatia congênita dependente de canal arterial, que se não diagnosticada precocemente pode levar o recém-nascido ao óbito. Qual é a cirurgia corretiva para essa cardiopatia?
Compartilhar