Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Nefrologia

Hepatologia

Com relação à hepatite B, qual das afirmativas abaixo se encontra incorreta?

A
Seu agente causador é um vírus ADN, diferente da hepatite A que é ARN
B
Na maioria dos casos de hepatite B aguda, a infecção é autolimitada e seguida de imunidade, e apenas raramente leva à hepatopatia crônica
C
Após a fase aguda da doença pode haver um período entre o desaparecimento do HBsAg e o aparecimento do Anti-HBs (“janela imunológica”), em que o único marcador presente é o Anti-HBc
D
Casos de Anti-HBsAg e Anti-HBeAg positivos tendem evoluir para cronicidade
E
Manifestações extra-hepáticas, como glomerulonefrite e vasculite podem ocorrer sem hepatopatia aparente
Paciente feminina, 47 anos, previamente hígida, deu entrada, no pronto atendimento, às 20 horas, com história de dor em hipocôndrio direito de forte intensidade, de início pela manhã do mesmo dia, associado à náusea e vômitos biliosos. Nega episódios semelhantes anteriores. Nega comorbidades associadas. Ao exame físico, a paciente mostra-se estável hemodinamicamente, anictérica, com dor à palpação abdominal em quadrante superior direito e sinal de Murphy positivo. O restante do exame físico apresenta-se sem alterações. Referente ao provável diagnóstico do enunciado acima, assinale a alternativa CORRETA:
Ao realizar uma cardiotocografia basal em uma paciente portadora de gestação de alto risco registraram-se oscilações dos batimentos cardíacos fetais (bpm) com amplitude variando entre 10 e 25 bpm e frequência acima de duas oscilações por minuto. Com base nesses dados podemos afirmar:
Paciente masculino, 35 anos, pedreiro, morador de Curitiba, chega ao pronto-socorro com quadro de cefaleia e mialgias intensas que se iniciaram há 2 dias e estavam piorando progressivamente. No dia da consulta, notou urina escura e coloração amarelada na pele. Familiares referem que o paciente não viaja há mais de 6 meses. Ao exame apresenta-se em regular estado geral, febril, letárgico, com força muscular e tônus muscular preservados, porém havia rigidez de nuca +/4+, icterícia +++/IV, petéquias subconjuntivais, fígado e baço não eram palpáveis. Colhido liquor, este era claro, com 98 leucócitos, sendo 80% de células linfomononucleares. Glicose e proteínas eram normais. Não se observaram bactérias no GRAM; leucograma com 14.500 leucócitos, 20% bastões; 70% de segmentados e 0 (zero) eosinófilo e plaquetas = 74.000; Na+ = 135 mEq/l; K+ = 2,0 mEq/l; creatinina = 5,2 mg/dl; bilirrubina total de 12 mg/dl com 9,0 de direta; AST(TGO) e ALT(TGP) de 100 e 110 UI. Com esses dados, você pode considerar como principal hipótese:
O tratamento da taquicardia ventricular sustentada que não causa descompensação hemodinâmica pode ser feito clinicamente com que droga?
Compartilhar