Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Nefrologia

Hepatologia

Com relação à hepatite B, qual das afirmativas abaixo se encontra incorreta?

A
Seu agente causador é um vírus ADN, diferente da hepatite A que é ARN
B
Na maioria dos casos de hepatite B aguda, a infecção é autolimitada e seguida de imunidade, e apenas raramente leva à hepatopatia crônica
C
Após a fase aguda da doença pode haver um período entre o desaparecimento do HBsAg e o aparecimento do Anti-HBs (“janela imunológica”), em que o único marcador presente é o Anti-HBc
D
Casos de Anti-HBsAg e Anti-HBeAg positivos tendem evoluir para cronicidade
E
Manifestações extra-hepáticas, como glomerulonefrite e vasculite podem ocorrer sem hepatopatia aparente
Em relação às diarreias, é incorreto afirmar que:
Um médico de família e comunidade (MFC) trabalha em área de risco na periferia de uma grande cidade, onde a violência urbana, o tráfico e o consumo de drogas são evidentes. O crack é a substância psicoativa ilícita mais utilizada. Uma adolescente e morador de rua da área faz uso regular de crack há 3 anos. Fumou a última pedra de crack há 12 horas e procurou o médico na Unidade Básica de Saúde. Qual o provável estado mental do adolescente?
Assinale a alternativa que complementa CORRETAMENTE a conduta explicitada a seguir. José, 43 anos de idade, serralheiro, vem ao Centro de Saúde relatando cefaléia holocraniana há três dias, pior na nuca, em pressão, sem febre, sem tontura, náusea, vômito ou escotomas, de início insidioso. Refere alimentação normal, urina e fezes normais, sem patologias pregressas dignas de nota. Tomou um comprimido de dipirona e depois de AAS 500 mg sem melhora ontem, e hoje de novo. Solicita exame de tomografia da cabeça. Ao exame físico, refere dor à palpação do trapézio em nuca e região supra e interescapular, que estão contraídas, pressão arterial normal, sem sinais meníngeos nem outras alterações ao exame físico. Quanto à melhor conduta em relação às demandas do paciente, considerando o diagnóstico mais provável, além de prover tratamento farmacológico, o médico deve:
Em uma radiculopatia compressiva de 1,5 unilateral, qual quadro clínico é compatível:
Compartilhar