Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia Vascular

Com relação à oclusão arterial aguda, qual das alternativas é correta:

A
Impotência funcional, anestesia e hipotermia são sinais de isquemia irreversível.
B
Na embolia arterial aguda o exame arteriográfico apresenta imagem de circulação colateral abundante.
C
A cianose fixa na trombose arterial é sinal de trombose venosa associada.
D
A heparinização só deverá ser iniciada em casos nos quais a cirurgia não estiver indicada.
E
O paciente com quadro de trombose arterial aguda sempre deverá ser tratado mediante embolectomia com cateter Fogarty.
Pré-escolar, cinco anos, sexo masculino, procurou ambulatório de oftalmologia, pois a mãe observou discreto desvio do olho esquerdo. Há 20 dias, nasceu de parto prematuro, IG: 36 semanas; Peso: 2.540 g; Est: 45 cm; Pc: 32 cm - Apgar 8/9. Permaneceu em oxigenoterapia (CPAP) por 7 horas devido uma taquipneia transitória. Gravidez sem intercorrência. Teve alta com 4 dias de vida. Exame físico: estrabismo com esotropia à esquerda e reflexo pupilar branco leucocoria. Hipótese diagnóstica:
A exposição ao ruído intenso, durante vários anos, pode causar lesões irreversíveis do ouvido médio. A frequência em que se observa no audiograma, a diminuição da sensibilidade auditiva é:
As Lesões por Esforços Repetitivos (LER), hoje intituladas DORT (Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho) são um grande problema de saúde pública em nosso meio. Pode-se afirmar que:
Dona Ana da Conceição, uma senhora de 65 anos, teve detectado um tumor mamário em exame mamográfico de rotina, exame que não lhe era habitual realizar. Não se interessou pelo resultado e demorou a procurar um mastologista. Muito religiosa, dizia a si mesma que aquilo não era nada. Apresentando dor na região lombar, resolveu procurar ortopedista, que constatou tratar-se de uma metástase óssea. Realizou cirurgia, iniciou a quimioterapia, mas continuava nervosa, às vezes, triste e quieta. Depois, comentava com amigos e parentes que estava conformada e que essa era "a vontade de Deus". Pacientes conscientes da proximidade de sua morte costumam passar por fases, muito bem estabelecidas e difundidas em unidades de cuidados paliativos. As fases mais adequadas à sequência do relato apresentado são:
Compartilhar