Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Neurologia

Com relação à síndrome dispéptica do idoso, podemos afirmar: I - A gastropatia por AINE é muito frequente; II - A disfagia alta pode ser uma causa para dispepsia em pacientes idosos com doença de Alzheimer; III - A endoscopia alta é um exame de primeira linha na investigação da dispepsia em idosos; IV - Os idosos dispépticos devem ser tratados com inibidor de bomba de prótons, sendo desnecessário investigação específica nessa população; São CORRETAS apenas as afirmativas:

A
I e II.
B
I e III.
C
II e III.
D
II e IV.
E
III e IV.
Uma mulher de 70 anos, sem doença crônica, que tem acompanhamento clínico periódico e com capacidade funcional normal, vai ser submetida a uma cirurgia de catarata no olho esquerdo. Considerando-se o risco cardiovascular, ela
Uma mulher de 40 anos que estava dirigindo, usando cinto de segurança, chega ao pronto-socorro adequadamente imobilizada. Está hemodinamicamente normal. Apresenta paraplegia com nível em T10. O exame neurológico revela também perda da sensibilidade para dor e temperatura com preservação da propriocepção da vibração. Estes achados são consistentes com o diagnóstico de síndrome:
Um homem de 20 anos apresenta-se para avaliação com dor lombar baixa de dois anos de evolução. Ele refere que a dor é predominantemente no final da madrugada e de manhã cedo, com uma rigidez matinal de uma hora na região lombar. De outras queixas, refere que apresenta ocasionalmente dor nos calcanhares. O exame físico não revelou anormalidades, com exceção de um teste de Schober com resultado de 3 cm. Um raio-X de sacroilíacas mostra esclerose e erosões bilaterais. Com relação a esse caso, é correto afirmar:
Assinale a alternativa que responde CORRETAMENTE à pergunta a seguir. Paciente feminina, 30 anos de idade, comerciante, admitida na emergência de hospital geral apresentando dor no peito, sensação de sufocamento, tontura, coração acelerado e tremores. Refere ser o segundo episódio neste mês, sem histórico de transtorno psiquiátrico. Após a exclusão de doenças orgânicas, qual o diagnóstico mais provável?
Compartilhar