Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Com relação à Síndrome HELLP, considera-se que:

A
é mais frequente em hipertensas crônicas e apresenta-se como quadro de icterícia por hemólise, no período intra e pós-parto
B
tem como manifestações mais frequentes a plaquetemia progressivamente reduzida e a elevação de enzimas hepáticas
C
é mais comum em primigestas com pré-eclâmpsia e caracteriza-se por hipertensão, eritrocitose, leucopenia, linfocitose e plaquetopenia
D
incide mais em nulíparas e manifesta-se por hipertensão, dor no hipocôndrio direito, anemia e trombocitose microangiopática
E
NDA
Espera-se que uma criança aos seis meses apresente as seguintes características no desenvolvimento normal:
Homem, 30 anos, vítima de acidente automobilístico com traumatismo torácico, chega à emergência em insuficiência respiratória. A conduta é:
Lactente masculino, branco, 1 ano e 9 meses, apresenta quadro típico de pneumonia estafilocócica com derrame pleural leve. Mãe informa que a criança já teve 5 pneumonias, desde os 4 meses de vida, todos tratados ambulatorialmente em boa resposta aos antibióticos prescritos. Refere impetigo por três vezes e gengivo- estomatite em 2 ocasiões. Nega contágio com tuberculose e o cartão de vacinas encontra- se atualizado. Está eutrófico, febril, hipocorado, hidratado, acianótico, com batimentos de asa de nariz e tiragem subcostal, taquicádico e taquipnéico; abdome flácido, fígado e baço levemente aumentados; pele clara, cabelos loiros prateados, albinismo ocular parcial e ataxia. Os níveis séricos de IgA, IgG e IgM são normais; hematoscopia - grandes inclusões em todas células sanguíneas nucleadas. A hipótese diagnótica é:
Atualmente as equipes cirúrgicas vêm adotando a conduta conservadora no trauma esplênico. Sobre esse tipo de traumatismo, assinale a alternativa correta:
Compartilhar