Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Neurologia

Com relação ao manejo farmacológico da insuficiência cardíaca, podemos afirmar que:

A
os antagonistas dos canais de cálcio de primeira geração, como verapamil e diltiazem podem ser usados em pacientes com disfunção sistólica quando estes são intolerantes aos betabloqueadores.
B
os betabloqueadores são importantes para melhorar a função sistólica e reverter o remodelamento cardíaco, mas deve ser reservado apenas aos pacientes em classe funcional III e IV da New York Heart Association (NYHA).
C
o uso dos inibidores da enzima conversora da angiotensina (IECA) é indicado a todo paciente com insuficiência cardíaca que apresenta redução da função sistólica, mesmo e principalmente em pacientes assintomáticos.
D
o levosimendam foi integrado ao arsenal farmacológico da insuficiência cardíaca crônica compensada.
E
os agentes bloqueadores do receptor da angiotensina II (BRA) são indicados em pacientes intolerantes ao IECA ou somados a estes em substituição aos agentes betabloqueadores em pacientes com pressão arterial preservada.
Com base em estudos epidemiológicos, um programa de saúde coletiva com enfoque preventivo deve prever a execução de colpocitologia oncótica para rastreamento do câncer de colo uterino, pelo menos a cada:
Das síndromes de poliposes hereditárias citadas abaixo, qual apresenta menor potencial de malignização para câncer colorretal?
A utilização de etanol concomitante com medicamentos diminui o metabolismo de qual grupo:
De acordo com a contagem de colônias na urina, podemos afirmar tratar-se de I.T.U. quando temos:
Compartilhar