Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

Com relação ao Teste de Tolerância Oral à Glicose devemos considerar que:

A
Os seus resultados são reprodutíveis e não são influenciados por fatores, tais como idade, dieta, condições clínicas, função gastrointestinal, medicações e estado emocional.
B
Os valores atuais de normalidade tanto para a glicemia de jejum como para a glicemia após a sobrecarga de glicose foram baseados em estudos que avaliaram os níveis preditores da presença de retinopatia. Entretanto, sabemos que as concentrações de glicemia são um continuum e que o desenvolvimento da micro e da macroangiopatias diabéticas deve estar relacionado com diferentes níveis de glicemia.
C
Os níveis de HbA1c são avaliados por ensaios bem padronizados e apresentam uma correlação significante com os níveis de glicemia de jejum ou pós-prandial por isso são os preferidos para o diagnóstico do diabetes atualmente.
D
Não é possível a sua interpretação sem a avaliação concomitante dos níveis de insulina plasmática e do peptídeo-C sérico.
E
O seu valor preditivo para o diagnóstico de diabetes aumenta quando realizamos a dosagem concomitante de insulina porque assim podemos analisar a resistência e a reserva de insulina concomitantemente.
Você pode encontrar em uma criança saudável, com 4 meses de idade, as seguintes características:
Na sala de parto, você atendeu um recém-nascido a termo cuja mãe não realizou pré-natal. Em relação ao risco de transmissão da hepatite B para este recém-nascido, qual a conduta inicial adequada?
Uma menina de 1 ano e 3 meses consulta em companhia da mãe por apresentar uma febre há 2 dias, recusa alimentar, choro e sialorreia . Ao exame físico identificam-se pequenas ulcerações no palato mole e pilares amigdalinos, faringe hiperemiada e segmento anterior da cavidade e segmento anterior da cavidade oral poupado. Qual o diagnóstico mais provável e o agente etiológico envolvido, respectivamente?
Um homem de 60 anos de idade com diagnóstico de colecistite crônica calculosa será submetido à colecistectomia videolaparoscópica. Ele também apresenta hipertensão arterial sistêmica, em uso de medicação, com bom controle da pressão; não tem outras queixas ou doenças associadas além das citadas e não faz uso de outros medicamentos. Considerando o caso clínico apresentado, a avaliação pré-operatória desse paciente e o ato anestésico, julgue o item. Em casos semelhantes ao apresentado, geralmente é permitido ao paciente, durante o período perioperatório, continuar utilizando as medicações anti-hipertensivas.
Compartilhar