Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Pneumologia

Dermatologia

Dermatologia

Com relação ao tratamento do paciente asmático, correlacione as colunas. 1- Antagonistas dos Leucotrienos; 2- Salbutamol; 3- Formoterol e Salmeterol; 4- Corticoides inalatórios. 5- Xantinas. A- Candidíase oral, rouquidão e tosse são seus efeitos adversos mais frequentes. B- Não devem ser usados como monoterapia na Asma. C- Início de ação rápido e de curta duração. D- Em pacientes com rinite alérgica associada à Asma, pode ajudar no controle dos sintomas nasais. E- Broncodilatadores de baixa potência com estreita margem terapêutica, sendo alternativa secundária para o tratamento de manutenção da Asma.

A
1E, 2C, 3B, 4A, 5D
B
1A, 2E, 3C, 4D, 5B
C
1D, 2C, 3B, 4A, 5E
D
1B, 2D, 3E, 4C, 5A
Paciente do sexo feminino, 92 anos, sem antecedentes de doença cardiovascular apresenta dor crônica de joelho direito. Ao exame físico, observa-se aumento de calor e volume de joelho direito, atrofia significativa da coxa direita, limitação para extensão completa da articulação e presença de crepitação. Raio X de joelho D mostra diminuição do espaço articular, osteófitos e esclerose subcondral. Qual o diagnóstico mais provável?
Um menino de 4 anos de idade apresenta-se com seu terceiro episódio de linfadenite cervical dolorosa. Cada crise foi tratada com incisão e drenagem, tendo sido isolado o Staphylococcus aureus. Na idade de 2 anos, ele precisou de aspiração cirúrgica de um abscesso hepático. O teste laboratorial mais importante para o diagnóstico desta paciente é:
Em relação à coinfecção HIV/HBV, considere as seguintes afirmativas: 1. Indivíduos infectados pelo HIV que desenvolvem hepatite aguda pelo HBV têm risco 5 a 6 vezes maior de se tornarem portadores crônicos do HBV quando comparados a HIV negativos. 2. Apresenta replicação viral mais elevada do DNA do HBV e como consequência risco de desenvolver doença crônica hepática grave. 3. A taxa de resistência à lamivudina é estimada em 15% a 30% ao ano e tem sido associada ao uso prolongado dessa droga. 4. Os inibidores de protease e inibidores de transcriptase reversa não nucleosídeos não estão associados a uma maior hepatoxicidade nesses pacientes. Assinale a alternativa correta.
Julgue os itens subsequentes, relativos ao planejamento familiar. I- Os dispositivos intrauterinos T 380 A de cobre e o T de levonogestrel (Mirena) são tão eficazes quanto a laqueadura tubária e seu uso não apresenta associação estatística com o desenvolvimento de infecção pélvica a longo prazo. II- A contracepção hormonal na forma injetável ou por implante contendo apenas progestogênios apresenta alta eficácia e evita o risco de trombose venosa e tromboembolismo associado ao estrogênio. III- Os contraceptivos hormonais orais combinados apresentam alta eficácia contraceptiva, mas, a longo prazo, aumentam o risco de câncer endometrial e de mama. IV- Os anticoncepcionais orais contendo apenas progestogênios quando usados durante a lactação, não alteram a quantidade, porém afetam a qualidade do leite. V- O mecanismo primário de ação da contracepção hormonal de emergência é impedir a nidação. Estão certos apenas os itens:
Compartilhar