Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Com relação aos divertículos epifrênicos, é correto afirmar, EXCETO:

A
São divertículos de pulsão que aparecem no terço distal do esôfago
B
Na maioria das vezes, acomete pacientes portadores de um distúrbio de motilidade onde estão presentes sintomas como disfagia, regurgitação, vômitos, dor torácica, tosse e perda de peso
C
Embora o exame contrastado defina melhor a presença de divertículos, estudos de motilidade são necessários para a conclusão diagnóstica
D
O tratamento cirúrgico, quando indicado, inclui sua ressecção e uma miotomia do esfíncter esofagiano superior.
A síndrome dos ovários policisticos (SOP) pode ter origem genética ou estar relacionada à resistência à insulina, ou também a um distúrbio do ovário. Porém existem alguns fatores agravantes para o desenvolvimento da SOP, como por exemplo:
Pais levam seu filho de 10 meses de vida, 8900 gramas, para consulta com um cirurgião pediátrico. Relatam abaulamento intermitente em região inguinal esquerda, particularmente em situações de choro forte, e mudança importante de volume da região testicular direita, durante o dia. Ambos ocorrem desde o nascimento, sem observação pelos pais de melhora até hoje. Por outro lado, negam qualquer evento agudo que os levasse a pensar em dor relacionada aos achados descritos. Exame físico identifica testículos tópicos, com tamanho e textura normais, presença de hérnia inguinal à esquerda e hidrocele moderada à direita. O bebê não apresenta quaisquer outras comorbidades, a despeito de ter nascido prematuro (idade gestacional ao nascer de 33 semanas de gestação e peso ao nascer de 2.100 gramas). Permanecera em unidade de terapia intensiva neonatal durante seu primeiro mês pós-natal. Qual a melhor conduta para esse bebê?
Considere os pacientes abaixo portadores de bacteriúria assintomática: I. Mulher de 50 anos em uso de metformina e glibenclamida. II. Homem de 65 anos com hiperplasia prostática benigna. III. Mulher de 20 anos no segundo trimestre de gravidez. IV. Homem de 45 anos no pré-operatório de troca de válvula aórtica. Deverão receber antibioticoterapia os pacientes:
Um lactente de 45 dias, sexo masculino, pesando 3.500 g, aleitamento materno exclusivo, procura serviço médico e os pais referem quadro de vômitos não biliosos repetidos pós-alimentares há 3 semanas, negando febre ou outros sintomas. Ao exame físico, o lactente encontra-se hipoativo, peso de 3.550 g, com desidratação moderada, e é possível perceber pequena tumoração à palpação abdominal do epigástrio. Diante desse quadro, a hipótese mais provável, o exame complementar mais adequado e o tratamento são, respectivamente:
Compartilhar