Questões na prática

Clínica Médica

Neurologia

Com respeito à Doença Vascular Cerebral Hemorrágica, indique a INCORRETA.

A
As principais causas de hemorragia subaracnoidea são a ruptura de aneurismas e malformações arteriovenosas.
B
O tratamento da hipertensão arterial não maligna diminui de forma significativa o risco de hemorragia subaracnoidea.
C
É sintoma característico de hemorragia subaracnoidea a presença de forte cefaleia, de desenvolvimento muito rápido.
D
Não é característica de hemorragia subaracnoidea a presença de distúrbios neurológicos focais.
E
A ruptura de aneurismas cerebrais pode ocorrer de forma gradual, gerando a chamada cefaleia sentinela.
Paciente ASA I, 50 kg e 1,60 m de altura é submetida à colecistectomia videolaparoscópica sob anestesia geral com ventilação volume controlada (VCV), fração inspirada de O2 de 60%, volume corrente de 400 mL, frequência respiratória de 10 incursões/min, relação inspiração/expiração de 1/2. Após a insuflação do pneumoperitônio, a saturação periférica de O2 diminui de 99% para 94% e a capnometria aumenta de 35 mmHg para 43 mmHg. A conduta recomendada é:
Paciente, olho único (olho direito perdido por trauma ocular há 20 anos), queixa-se de cefaleia intensa sem dor ocular e “borramento” visual leve. Ao exame, a acuidade visual do olho esquerdo é 20/30 e as bordas da papila estão mal delimitadas. Como deve estar o teste do reflexo pupilar e qual é o provável diagnóstico?
Menino com cinco anos de idade, natural e procedente de São Paulo (capital), apresenta, há 2 semanas, lesões bolhosas de conteúdo purulento e erosões recobertas por crostas melicéricas que estão se espalhando em toda a face. A provável hipótese diagnóstica é:
São situações que podem simular o abdome agudo:
Compartilhar