Questões na prática

Clínica Médica

Pneumologia

Nefrologia

Com respeito ao tratamento anticoagulante na Embolia Pulmonar, assinale a CORRETA.

A
O uso isolado de varfarina pode aumentar a hipercoagulabilidade nos primeiros dias de tratamento, motivo pelo qual seu uso é proscrito antes de 72 horas de tratamento com heparina.
B
O uso de heparina não fracionada é vantajoso em relação à heparina de baixo peso molecular, devido à maior previsibilidade das dosagens e menos efeitos colaterais.
C
Na presença de trombose venosa profunda sintomática, está indicada de forma sistemática a pesquisa de Embolia Pulmonar assintomática.
D
É necessário o ajuste da posologia da heparina de baixo peso molecular na vigência de insuficiência renal com clearance de creatinina abaixo de 30 ml/min.
E
Iniciando-se uso de varfarina, deve-se manter a utilização de heparina até que se atinja uma RNI (Relação de Normatização Internacional) entre 4,0 e 6,0.
Uma paciente de 45 anos após duas visitas ao médico em um intervalo de tempo de duas sema­nas apresentou níveis tensionais de 146/94 mmHg. Não apresenta dislipidemia ou diabetes, não há evi­dência de doença aterosclerótica e não sabe relatar sua história familiar. No momento assintomática. Com base nos dados acima qual seria sua opção de manejo inicial desta paciente?
A Síndrome de Paralisia Cerebral Infantil, en­tre as suas manifestações abaixo, NÃO apresen­ta:
Paciente de 46 anos, com insuficiência valvular aórtica moderada, deve fazer profilaxia para endocardite infeciosa, na seguinte situação:
Homem, 68 anos, vem à emergência com quadro abdominal agudo, de início há 12 horas. Cardiopata isquêmico e DPOC grau II. Ao exame físico, constata-se que se trata de paciente obeso, com evidências óbvias de peritonite difusa. Apresenta leucocitose com desvio à esquerda, e o RX simples de abdome mostra pneumoperitônio. O diagnóstico pré-operatório é de peritonite difusa por víscera oca perfurada, possivelmente por diverticulite aguda perfurada. Em relação à conduta antibiótica no caso, analise as alternativas abaixo. I - O esquema antibiótico deve incluir, obrigatoriamente, cobertura para aeróbios gram-negativos, gram-positivos e anaeróbios. II - A coleta e exame cultural de material purulento da cavidade são indispensáveis para a definição do tratamento. III - Monoterapia com droga que cubra gram-negativos e anaeróbios pode ser alternativa à associação de antibióticos. Qual a alternativa correta?
Compartilhar