Questões na prática

Cirurgia

Dermatologia

Cirurgia Geral

Condições gerais do indivíduo influenciam o tempo e a qualidade de um processo cicatricial. Assinale a alternativa INCORRETA:

A
A hipoalbuminemia retarda a cicatrização e associa-se com alterações da resposta imunológica, ocorrência de deiscência de anastomoses e aparecimento de fístulas.
B
A transferrina sérica é uma ß-globulina que apresenta uma resposta mais rápida às alterações nutricionais que a albumina, por isso, tem se mostrado estreitamente relacionada ao estado nutricional do paciente, ao seu prognóstico e à resposta ao tratamento nutricional.
C
O uso do tabaco reduz a tensão de oxigênio no sangue e no tecido subcutâneo das feridas, além de levar a uma hipóxia tecidual que perdura por alguns meses após a interrupção do hábito de fumar. Indivíduos fumantes têm propensão maior que os não fumantes a desenvolver úlceras periféricas de origem arterial e risco aumentado de necrose dos tecidos.
D
A glicose presente no açúcar do tipo “cristal” interage com o exsudato de uma ferida produzindo uma substância hiperosmolar que inibe o crescimento bacteriano. O açúcar cristal apresenta também efeito higroscópico que reduz o edema local, estimula os macrófagos e leva mais rapidamente à formação de tecido de granulação.
E
A remoção do tecido necrótico do leito de uma ferida constitui a última fase a ser considerada no planejamento inicial do tratamento de uma lesão. A sua presença ativa a cicatrização porque inibe o crescimento bacteriano e ativa a formação de tecido de granulação e a contração da lesão.
Hérnia que tem como conteúdo o Divertículo de Meckel é denominada:
Paciente de 20 anos, do sexo feminino, com queixa de abaulamento cervical há 6 meses, de crescimento progressivo, indolor. Ao exame, apresenta nódulo de 3 cm cervical à direita, em nível II, fibroelástico, aparentemente cístico, móvel, sem sinais flogísticos. Restante do exame físico sem alterações. O exame indicado para realização do diagnóstico neste caso é
Aos pacientes com complicações do divertículo de Meckel, a apresentação clínica mais comum é:
Paciente do sexo feminino, de 28 anos, previamente hígida, apresenta-se com quadro de dor ocular de início há seis horas no olho direito, de caráter progressivo, com escotoma e dor à movimentação lateralizada do olhar. No exame ocular, movimentos dos olhos normais, acuidade visual 20/20 bilateralmente, reflexos pupilares com reação fotomotora diminuída do olho direito. RM demonstrou duas lesões periventriculares na substância branca, sem realce de gadolínio. Considerando os achados de ressonância de crânio, o diagnóstico etiológico é:
Compartilhar