Questões na prática

Clínica Médica

Hepatologia

Conforme a classificação de Bismuth, uma lesão de via biliar principal a 3 cm da bifurcação é classificada como tipo:

A
I.
B
II.
C
III.
D
IV.
E
V.
Com relação às patologias cirúrgicas da parede abdominal em pediatria, assinale a alternativa CORRETA:
Paciente feminino, 23 anos, trabalha como atendente no checking de uma companhia aérea. No último final de ano, buscou atendimento alegando não ter mais condições de trabalhar. Desde o aumento do volume de tráfego aéreo, começou a sofrer estresse intenso devido à frequentes discussões com passageiros insatisfeitos com os atrasos. Relata que passou a ter tristeza, choro no ônibus a caminho do trabalho, progressiva aversão a tudo que se relaciona ao trabalho e desconforto progressivo com a aglomeração de pessoas no saguão do aeroporto. Necessitou de atendimento há duas semanas no serviço, por ter sentido súbita falta de ar, palpitação, tremor e sensação de desmaio que ocorreram logo após discutir com um passageiro. Desde então, preocupada com a possibilidade de ter uma doença no coração, além de sentir falta de ar e taquicardia ao entrar no aeroporto. Considerando a hipótese que melhor explicaria todos os aspectos da apresentação clínica, assinale a alternativa correta:
Paciente de 20 anos, feminina, estudante, foi atendida na emergência, após ter sido encontrada sonolenta ao lado de três cartelas vazias de medicamento. Apresentou duas convulsões antes de chegar ao hospital. Ao exame, encontra-se comatosa com Glasgow 7, pupilas midriáticas e fotorreagentes, PA = 70/50 mmHg, frequência cardíaca = 58 bpm, pele quente e seca, hálito etílico e ruídos hidroaéreos abolidos à ausculta abdominal. O ECG mostra QRS alargado e prolongamento do PR. Procedida intubação orotraqueal, lavagem gástrica e administração de carvão ativado. Qual a medicação a ser administrada, considerando a provável classe de fármaco ingerida pela paciente?
Homem de 65 anos, portador de Insuficiência Renal Crônica em tratamento dialítico, é submetido à cirurgia eletiva para reparo de aneurisma de aorta abdominal. De acordo com o risco cirúrgico, a classificação ASA para esse paciente é:
Compartilhar