Questões na prática

Clínica Médica

Hepatologia

Conforme a classificação de Bismuth, uma lesão de via biliar principal a 3 cm da bifurcação é classificada como tipo:

A
I.
B
II.
C
III.
D
IV.
E
V.
Os músculos seccionados na episiotomia são:
Em relação ao tratamento da pré-eclâmpsia grave e/ou eclâmpsia, podemos afirmar que:
Parturiente com 39 semanas, em franco trabalho de parto, internou com 5 cm de dilatação, teve bolsa rota artificialmente com 7 cm, com saída de líquido claro com grumos. Na evolução do trabalho de parto, quando apresentava 8 cm de dilatação, ocorreu eliminação de grande quantidade de sangue via vaginal, a freqüência cardíaca fetal começou a ficar entre 70-90bpm e ritmo de contração se intensificou com contrações muito próximas umas das outras. O que provavelmente deve ter ocorrido?
Mulher, com 26 anos de idade, universitária, encaminhada pelo ginecologista por suspeita de diabetes, a partir do tratamento por infecção no trato urinário. Tem história familiar de avós paternos com diabetes. Exames: Em 10/09/2007: urina I com densidade 1010; pH 8,0; proteína +; glicose ++; corpos cetônicos negativos; leucócitos 300.000 por campo; hemácias 70.000 por campo; bactérias abundantes. Glicemia capilar: 96 mg/dl. Em 30/09/2007: glicemia de jejum 82 mg/dl; glico-hemoglobina: 5,9%, urina I com densidade 1020; pH 6,0; glicose ++, leucócitos 10 por campo, bactérias raras e cristais ausentes. Em 25/10/2007: teste oral de tolerância à glicose 85-131-80 mg/dl; urina I com densidade 1030; pH 6,0; glicose ++; leucócitos 20 por campo; bactérias raras; cristais ausentes. Com estes dados é possível afirmar que:
Compartilhar