Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Considera-se tratamento INADEQUADO para a sífilis materna e o risco de sífilis congênita:

A
Uso de doxiciclina por 30 dias.
B
Tratar com penicilina benzatina (2400.000 UI - dose única) os casos de sífilis latente.
C
Instituir tratamento dentro de 30 dias anteriores ao parto.
D
Tratar o parceiro somente se houver comprovação de VDRL reagente.
E
Todas as alternativas estão corretas.
Abaixo são descritas as dermatopatias mais comuns na infância - assinale a alternativa que corresponde ao diagnóstico das quatro lesões descritas, respectivamente: 1- Lesões eritematodescamativas, papulosas, não pruriginosas, em couro cabeludo, face, pescoço, axilas e área de fralda, podendo ocorrer desde o primeiro mês de vida. 2- Doença eczematosa, crônica recorrente, pruriginosa, com períodos de acalmia e exacerbação. 3- Lesão eritematopapulosa encimada por vesícula, pruriginosa, localizada em áreas expostas, túnel sinuoso levemente saliente com conteúdo seroso, podendo haver vesículas, bolhas, infecção secundária e aczematização. 4- Pápulas arredondadas, peroladas, firmes, com umbilicação central, sem sinais inflamatórios ao redor, distribuídas por toda a pele, exceto couro cabeludo e regiões palmoplantares.
Paciente no curso da 33ª semana de gravidez, apresentando níveis tensionais elevados (150/105 mm Hg) acompanhado de sangramento transvaginal de coloração escura e de início abrupto, ausculta fetal duvidosa. O diagnóstico mais provável é:
As indicações de hospitalização em pacientes queimados são, exceto:
Mulher jovem com 23 anos, gestante pela 1ª vez, 36 semanas, apresenta-se com Pressão Arterial = 170 x 110 mmHg na Emergência Obstétrica e queixa-se de cefaleia, visão turva, diplopia e dor epigástrica. Diante desse quadro qual a hipótese mais provável?
Compartilhar