Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

Pneumologia

Considerando o diagnóstico de Trombo Embolismo Pulmonar, pode-se afirmar:

A
A gasimetria arterial é usualmente normal, mesmo nos casos graves.
B
A radiografia de tórax apresenta anormalidades pleurais em mais de 60% dos casos com suspeita clínica.
C
Níveis séricos de D-dímero, duas vezes acima do valor referência, garantem certeza diagnóstica superior a 95%.
D
A tomografia computadorizada de alta resolução é exame com alto grau de certeza diagnóstica, e com baixo risco.
E
A arteriografia pulmonar não apresenta resultados satisfatórios, mesmo nos casos de grande repercussão clínica.
Paciente de 38 anos, Gesta 5 para 4,4 partos normais, há 10 horas em trabalho de parto, apresenta-se com 8 cm de dilatação, colo médio e fino, apresentação cefálica no plano -3 de De Lee. Durante acompanhamento do trabalho de parto o obstetra constatou queda da frequência cardiofetal do tipo DIP III e pequeno sangramento vaginal. Qual a melhor conduta?
Com relação à pancreatite aguda podemos afirmar:
Um menino com síndrome de Down está com 8 meses de idade e tem história de obstipação desde o nascimento. Nunca recebeu aleitamento materno. O médico solicita o exame de enema baritado, onde observa-se zona de transição. O diagnóstico mais provável é:
Com relação à hipercalcemia, julgue os itens a seguir. I- Pode ser causada por hipoparatireodismo. II- Associa-se ao desenvolvimento de diabete insípido nefrogênico. III- Em pacientes com essa anormalidade, e possível observar encurtamento do intervalo QT no eletrocardiograma. IV- O espasmo laríngeo e o sinal de Trousseau são manifestações clínicas associadas a esse distúrbio. V- O uso de beta-2 agonistas por via inalatória é útil no tratamento agudo dessa alteração eletrolítica, até que a causa primária seja controlada. Estão certas apenas os itens:
Compartilhar