Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia Vascular

Considere as seguintes situações de dissecção aguda da aorta tipo B: 1. Desobstrução de ramos viscerais, com ou sem uso de stents. 2. Fenestração endovascular na presença de isquemia grave de membro inferior. 3. Implante de stent na luz verdadeira, em dissecções não complicadas. 4. Implante de endoprótese recoberta, em paciente clinicamente instável, sem envolvimento abdominal. A terapia endovascular NÃO está justificada em consensos no(s) caso(s):

A
1 apenas.
B
3 apenas.
C
2, 3 e 4 apenas.
D
1, 3 e 4 apenas.
E
1, 2 e 3 apenas.
O tratamento da asma no período intercrise em crianças portadoras de asma persistente leve é:
Vinte e quatro horas após ter recebido as vacinas preconizadas pelo atual calendário básico do Ministério da Saúde para os quatro meses de idade, Ana apresentou crise convulsiva tônico-clônicas generalizadas. Ela já controlava o tônus cervical e apresentava sorriso social, tendo perdido tais marcos de desenvolvimento. Sua gestação e parto não apresentaram intercorrências e ela foi considerada normal até a época dessa ocorrência. Não foi identificado nenhum vínculo epidemiológico com pessoas com doenças febris. A vacina provavelmente relacionada a este efeito adverso grave é a:
Homem de 21 anos relata história de dor abdominal em FID há 3 dias, acompanhado de vômitos e febre. Foi submetido a laparotomia exploradora com achado de abscesso localizado decorrente de apendicite aguda. Foi feito coleta de conteúdo purulento para cultura, apendicectomia e drenagem da goteira perieto-cólica direita com dreno túbulo-laminar. No terceiro pós-operatório, após realimentação oral do paciente, este apresentou distensão abdominal, acompanhada de dor em cólica e vômitos. Assinale abaixo a conduta mais adequada para este caso:
A anemia na insu?ciência renal crônica se dá, principalmente:
Compartilhar