Questões na prática

Pediatria

Pediatria Geral

Considere o caso de um paciente de 10 anos com história de dor abdominal de início há 2 anos. Apresenta dor periumbilical mal definida, sem irradiação, de moderada intensidade e que não interrompe o sono nem as atividades diárias. Sem relação com alimentação. Melhora com massagens. O paciente nega sintomas associados e apresenta hábito intestinal normal. A mãe refere que os sintomas iniciaram após mudança de cidade. Qual o diagnóstico mais provável?

A
Dor abdominal orgânica leve.
B
Dor abdominal funcional.
C
Distúrbio psiquiátrico grave.
D
Gastrite por Helicobacter pilory.
E
Síndrome de Munchausen by-proxi.
Homem 80 anos, ex-tabagista com DPOC, apresenta história de piora da dispneia há 2 dias, aumento da expectoração que se tornou amarelada e febril. Na ausculta, há um foco de pneumonia em base esquerda, além de PA de 100x60 mmHg, FR de 36 por minuto e pulso de 128 bpm. Com relação ao local de tratamento e escolha antibiótica, pode-se afirmar que a opção correta é:
Mulher, 38 anos de idade, foi internada com dor forte no andar superior do abdome, há 12 horas, após comer feijoada. Referia ainda vômitos, parada de eliminação de flatos e fezes e persistência da dor, apesar do uso de analgésicos orais. Nega febre, colúria ou acolia fecal. Nos últimos anos, havia tido dores em cólica no hipocôndrio direito, de leve a moderada intensidade, que relacionou à ingestão de alimentos gordurosos, mas que melhorava com o uso de antiespasmódicos. Ao exame físico, apresentava regular estado geral, sem icterícia, PA = 150 x 95 mmHg, FC = 115 bpm, com dor à palpação e descompressão brusca dolorosa do abdome superior. Nesse momento, o exame que pode estabelecer a etiologia mais provável da doença é:
Mulher, 63 anos de idade, portadora de câncer uterino, relata perda de 7 kg do peso corporal nos últimos 2 meses. Previamente à internação, a sua dieta consistia de pão de milho, batata e cereais. Durante a internação, a ingestão de alimentos foi mínima e foi mantida com hidratação endovenosa. Ao exame físico: não possuía dentes; peso = 47 kg; altura = 150 cm. Submeteu-se a histerectomia e, cinco dias após, apresentou deiscência de sutura abdominal. Ao exame físico: perda significativa de cabelos, petéquias perifoliculares, principalmente nos membros inferiores, sangramento cutâneo nas áreas próximas às punções venosas e edema generalizado. Peso de 63 kg. Exames laboratoriais: albumina = 2 g/dl. O diagnóstico é:
Anatomicamente o fígado é dividido pelo ligamento falciforme em lobos direito e esquerdo, enquanto que funcionalmente ele é dividido em fígado direito e esquerdo transversalmente pelos ramos portais e longitudinalmente pelas veias hepáticas. Dado estes conhecimentos responda as seguintes questões:
Compartilhar