Questões na prática

Pediatria

Pediatria Geral

Considere o caso de um paciente de 10 anos com história de dor abdominal de início há 2 anos. Apresenta dor periumbilical mal definida, sem irradiação, de moderada intensidade e que não interrompe o sono nem as atividades diárias. Sem relação com alimentação. Melhora com massagens. O paciente nega sintomas associados e apresenta hábito intestinal normal. A mãe refere que os sintomas iniciaram após mudança de cidade. Qual o diagnóstico mais provável?

A
Dor abdominal orgânica leve.
B
Dor abdominal funcional.
C
Distúrbio psiquiátrico grave.
D
Gastrite por Helicobacter pilory.
E
Síndrome de Munchausen by-proxi.
Um jovem de 25 anos, vítima de acidente de moto sem capacete, foi levado ao pronto-socorro. Não apresenta obstrução de vias aéreas, a semiologia pulmonar é normal, apresenta pressão arterial de 180x100 mmHg, frequência cardíaca de 65 bpm, as pupilas são isocóricas e reagem lentamente à luz. O rapaz não verbaliza nem emite sons, abre os olhos ao estímulo doloroso. O braço direito tem uma deformidade e não se move ao estímulo álgico, no entanto, a mão esquerda movimenta-se em direção ao local do estímulo (músculo trapézio), tentando retirar a mão do examinador. Ambas as pernas não se movimentam ao estímulo doloroso. Seu escore na escala de coma de Glasgow é de:
Após avaliar um paciente de 82 anos em virtude de episódios de quedas, você percebeu como fator causal uma alteração de marcha com paresia no membro inferior esquerdo. Quanto ao uso da bengala, nesse caso, qual a melhor orientação?
Os ossos da fileira proximal do punho são:
Quando utilizamos um corte coronal, dividimos o corpo em:
Compartilhar