Questões na prática

Clínica Médica

Pneumologia

Considere o seguinte caso clínico sobre derrame pleural. Homem, 50 anos, negro, fumante 60 maços-ano, com tosse crônica, perda de peso. Análise do sangue: DHL = 450mg/dl e proteínas = 4,5g/dl. Análise do líquido pleural: DHL = 275mg/dl e proteínas = 3,8/dl. Citológico diferencial predomínio de linfócitos. Adenosina deaminase = 60U.

A
Derrame parapneumônico - biópsia de pleura
B
Derrame neoplásico - pesquisa de células malignas no liquido pleural
C
Derrame tuberculoso - biopsia de pleura
D
Derrame neoplástico - biopsia de pleura
E
Derrame tuberculoso - pesquisa de bacilos álcool ácido resistentes no líquido pleural
Quais são as paredes da órbita que são acometidas com maior frequência nos casos de fraturas isoladas de face?
Lactente de seis meses, portador de tetralogia de Fallot, apresenta, pela manhã, logo após despertar, quadro de agitação, choro inconsolável, hiperpneia e cianose intensa e progressiva, evoluindo para síncope. Durante estas "crises", a conduta terapêutica tem como principal objetivo:
Sobre as cardiopatias congênitas, correlacione: I - Transposição de grandes artérias. II - CIV. III - Defeito do septo atrioventricular total. IV - Tetralogia de Fallot. V - Síndrome do ventrículo esquerdo hipoplásico. ( ) Sinais de insuficiência cardíacas raramente estão presentes. ( ) É a cardiopatia congênita cianótica mais comum em RN's. ( ) Entre as citadas, é a cardiopatia congênita mais prevalente. ( ) É a anomalia congênita mais frequentes nos portadores de síndrome de Down. ( ) Manifesta-se por ausência de pulsos nos 4 membros e por sinais de choque, em geral após 24 horas de vida. Assinale a numeração CORRETA:
Menino, 9a, comparece em Unidade Básica de Saúde para consulta de rotina anual. Mãe refere que criança vem apresentando roncos noturnos, sono agitado e episódios de pausa respiratória. Acha que o filho é agitado, desatento e dorme na sala de aula. Antecedente pessoal: rinite, controlada com higiene nasal e profilaxia ambiental. Exame físico: hipertrofia de amígdalas grau III, hipertrofia de cornetos nasais e respiração oral. O DIAGNÓSTICO E A CONDUTA SÃO:
Compartilhar