Questões na prática

Pediatria

Cirurgia

Pediatria Geral

Doenças Respiratórias

Considere-se uma criança de 8 anos de idade com tosse persistente há 3 semanas, dores no corpo e temperatura até 37,7°C. Fez uso de Sulfametoxazol-trimetoprim por 10 dias sem melhora do quadro. Foi vacinado com BCG apenas ao nascimento. Recebeu somente as vacinas do 2° mês de vida e reforços da Sabin em campanhas do Ministério da Saúde. Realizou teste tuberculínico duas vezes nesse ínterim, o primeiro com 8 mm, e o segundo com 7 mm. O radiograma de tórax mostra infiltrado bilateral intenso, com opacidade difusa e sem efusão pleural. Dentre os agentes etiológicos abaixo, qual o mais provável nesse caso?

A
Streptococcus pneumoniae.
B
Staphylococcus aureus.
C
Haemophilus influenzae tipo B.
D
Chlamydia pneumoniae
E
Mycobacterium tuberculosis.
Criança de 5 meses, iniciou há 2 dias com febre baixa, vômitos 02 vezes/dia e diarreia líquida, sem sangue ou pus, 6 vezes/dia, sem desidratação. São condutas efetuadas na emergência conforme programa do Ministério da Saúde:
RN prematuro, 31 semanas, muito baixo peso, no 3º dia de vida, encontra-se com balanço hídrico positivo, pulso amplos, taquicardia, taquipneia, hiperfluxo pulmonar, hepatomegalia e acianótico. O diagnóstico provável é:
Paciente do sexo feminino, 92 anos, sem antecedentes de doença cardiovascular apresenta dor crônica de joelho direito. Ao exame físico, observa-se aumento de calor e volume de joelho direito, atrofia significativa da coxa direita, limitação para extensão completa da articulação e presença de crepitação. Raio X de joelho D mostra diminuição do espaço articular, osteófitos e esclerose subcondral. Qual o diagnóstico mais provável?
Assinale a afirmativa incorreta:
Compartilhar