Questões na prática

Pediatria

Cirurgia

Pediatria Geral

Doenças Respiratórias

Considere-se uma criança de 8 anos de idade com tosse persistente há 3 semanas, dores no corpo e temperatura até 37,7°C. Fez uso de Sulfametoxazol-trimetoprim por 10 dias sem melhora do quadro. Foi vacinado com BCG apenas ao nascimento. Recebeu somente as vacinas do 2° mês de vida e reforços da Sabin em campanhas do Ministério da Saúde. Realizou teste tuberculínico duas vezes nesse ínterim, o primeiro com 8 mm, e o segundo com 7 mm. O radiograma de tórax mostra infiltrado bilateral intenso, com opacidade difusa e sem efusão pleural. Dentre os agentes etiológicos abaixo, qual o mais provável nesse caso?

A
Streptococcus pneumoniae.
B
Staphylococcus aureus.
C
Haemophilus influenzae tipo B.
D
Chlamydia pneumoniae
E
Mycobacterium tuberculosis.
Uma das lesões mais comuns observadas na linha média do pescoço de crianças em idade pré-escolar é:
Uma paciente de 45 anos, IMC: 38 Kg/m2, tabagista, é submetida a colecistectomia por acesso laparotômico, eletivamente. No dia seguinte está com febre (38,5ºC), mal-estar, com hipoventilação na base do hemitórax direito. A causa mais provável é:
O quadro clínico da Síndrome dos Ovários Policísticos caracteriza-se pelos seguintes sinais e sintomas, exceto:
Mulher de 52 anos procura seu ginecologista para exames de rotina. Refere última menstruação há dois anos e sintomas leves de fogachos. Nega comorbidades. Qual dos exames abaixo não necessita ser solicitado?
Compartilhar