Questões na prática

Pediatria

Doenças Respiratórias

Considere um paciente com 3 anos, pesando 18 kg com história de tosse e febre alta há 5 dias. Hoje a mãe percebeu que estava “roxinho”, apático, vomitou 15 vezes e parou de urinar. Ao exame: apático, pálido, cianose perioral, batimento de asa do nariz, frequência respiratória de 60 ipm, frequência cardíaca de 180 bpm, temperatura axilar de 37,5°C, PA - 60×35 mmHg. MV diminuído em todo HTD com estertores crepitantes, bulhas em 2T taquicárdicas com sopro sistólico grau II/VI em todos os focos. Abdome distendido, RHA diminuído e fígado palpável a 2 cm de RCD e AX. Pulsos centrais finos, pulsos periféricos não palpáveis, tempo de enchimento capilar 5 segundos. Qual a provável suspeita diagnóstica e conduta adequada?

A
Trata-se de insuficiência respiratória secundária à pneumonia bacteriana. Fazer ventilação com máscara e pressão positiva, puncionar 2 acessos venosos calibrosos para antibiótico e monitorização.
B
Falência cardiopulmonar com choque compensado secundário à pneumonia. Deverá posicionar e aspirar as vias aéreas, oferecer O2 a 100% (máscara com reservatório), puncionar 2 acessos venosos calibrosos, fazer 20 ml/kg de solução glicofisiológica e monitorização.
C
Trata-se de choque cardiogênico. Deverá posicionar e aspirar as vias aéreas, oferecer O2 inalatório (máscara com reservatório), puncionar acesso venoso para furosemida e drogas vasoativas, monitorização.
D
Trata-se de falência cardiopulmonar com choque séptico descompensado por provável pneumonia. Deverá posicionar e aspirar as vias aéreas, oferecer O2 a 100% (máscara com reservatório), puncionar 2 acessos venosos calibrosos, fazer 20 ml/kg de SF aberto e monitorização.
E
Trata-se de falência cardiopulmonar com choque séptico descompensado por provável pneumonia. Deverá posicionar e aspirar vias aéreas, entubação orotraqueal com COT 4,5 mm, puncionar 2 acessos venosos calibrosos para antibióticos e drogas vasoativas, monitorização.
Qual dos seguintes itens é característico da overdose por cocaína?
D. Risalva, grávida, descobriu que tinha sífilis através do VDRL. Realizou o tratamento preconizado por sua obstetra, à base de penicilina. Posteriormente, seu recém-nascido, Silvinho, também apresentou um VDRL positivo, porém com título inferior ao materno. Em relação a esses resultados, seria CORRETO afirmar:
São características radiográficas da osteoartrose, exceto:
Paciente gestante de 33 anos, com dor de início recente no quadril esquerdo, apresentando osteopenia difusa da cabeça e do colo femoral à esquerda na radiografia da bacia e alterações à Ressonância Magnética características de hipossinal em T1 e hiperssinal difuso em T2. Qual é o diagnóstico mais provável?
Compartilhar