Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Considere uma paciente de 35 anos, em amenorreia há 6 meses, e sem outras queixas. Relata história de curetagem uterina por abortamento há 7 meses. Nega uso de medicamentos. Assinale a melhor conduta:

A
Solicitar dosagem de E2, progesterona e FSH para descartar menopausa precoce.
B
Indicar histeroscopia para diagnóstico e tratamento das sinéquias uterinas.
C
Iniciar com teste de privação hormonal para afastar sinéquias uterinas.
D
Considerar como provável causa a presença de sinéquias uterinas e encaminhar diretamente para curetagem uterina e colocação de DIU.
E
Caso exames físico e ginecológico sejam normais, iniciar investigação com dosagem de FSH, LH e Prolactina, descartando assim os principais distúrbios endócrinos.
Paciente de 68 anos, sexo masculino, veio ao banco de sangue, em consulta ambulatorial, com quadro de astenia, hiporexia e queda do estado geral há duas semanas. Nega outros sintomas associados. Foi encaminhado ao hematologista pela unidade básica de saúde, pois o resultado de um hemograma revelou anemia. Tem antecedente de hipotiroidismo e vitiligo. Ele relata o uso de Levotiroxina 100 mcg ao dia. Exame Físico Normal. hemograma: Hb/Ht: 10/30 (VCM: 120/HCM: 27); leuco: 2700 (bast: 2%/seg: 70%/eosino: 2%/ basof: 1%/ linf: 24%/ mono: 1%); plaquetas: 85.000. Análise morfológica de sangue periférico: presença de granulócitos plurissegmentados. Nesse caso, a principal hipótese diagnóstica é:
Câncer de vesícula biliar é uma doença agressiva que incide predominantemente em pessoas idosas. São fatores de risco para essa patologia, EXCETO:
Com relação às manifestações hematológicas do Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES), assinale a opção CORRETA:
Qual dos seguintes itens é característico da overdose por cocaína?
Compartilhar