Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Gastroenterologia

Pediatria Geral

Criança, 10 meses de idade, apresenta diarreia há dois meses (6 evacuações ao dia com fezes pastosas e líquidas, de grande volume, cheiro azedo, sem muco ou sangue). Teve alguns episódios de vômito nos primeiros dias. A orientação foi fazer hidratação oral. A partir de então, não apresentou mais vômitos, mas a diarreia persistiu com as mesmas características, acompanhada de perda de peso, distensão leve do abdome e assadura perianal, sem febre. Recebeu leite materno até o 6° mês de vida, quando iniciou com leite de vaca, em pó, e aos 7-8 meses: papas de fruta, legumes, carnes, ovos, bolachas e macarrão. Qual o diagnóstico provável dessa síndrome diarreica?

A
Diarreia aguda infecciosa.
B
Diarreia crônica inespecífica (síndrome do cólon irritável).
C
Diarreia persistente.
D
Diarreia crônica: alergia alimentar ou doença celíaca.
Paciente do sexo masculino, com 35 anos de idade, sem antecedentes patológicos, apresenta cefaleia súbita de forte intensidade, acompanhada de náusea, vômitos e rebaixamento da consciência. No exame clínico, além do rebaixamento da consciência, apresenta também discreta rigidez de nuca. Qual o primeiro exame complementar a ser solicitado?
A vigilância epidemiológica de uma UBS tomou conhecimento de um caso de rubéola em paciente com 25 anos, sexo feminino, que apresentava a seguinte história: aparecimento de algumas lesões eritematopapulosas no antebraço e abdome que se tornaram descamativas até desaparecerem. Não apresentou outros sintomas ou sinais e não teve febre durante toda a evolução do quadro. Consultou um médico 15 dias após o início do quadro que solicitou sorologia para rubéola "por se tratar de paciente do sexo feminino". O exame laboratorial foi efetuado pelo Instituto Adolfo Lutz (IAL) que processou sorologia para rubéola e sarampo para os seguintes resultados: - ELISA para rubéola: IgM não reagente; - ELISA para sarampo: IgM e IgG reagentes. Com base nos dados da história e da sorologia, assinale a alternativa correta:
Dados complementares adicionados à história -Quadro clínico: A paciente não havia recebido imunoglobulina ou medicamento na fase prodrômica que pudesse modificar o quadro e nem apresentava imunodeficiência.Após a remissão do quadro, algumas lesões haviam reaparecido. - Vacinação (comprovada pela caderneta de vacinação) 3 doses de vacina anti-sarampo aos 7 meses, 16 meses e 5 anos. 1 dose de tríplice viral aos 10 anos 1 dose de dupla viral (sarampo e rubéola) aos 19 anos -Sorologia coletada 2ª amostra 3 semanas após a 1ª e sorologia processada no IAL Resultado:Elisa para sarampo:IgM e IgG reagentes.Com base nesses novos dados, a conduta é:
Homem de 62 anos, grande fumante, normotenso e com índice de massa corporal de 32 apresenta os seguintes resutados de exames: Ureia: 80mg%; Creatinina: 3,2mg%; Hematócrito: 28%; Colesterol total: 320mg%; HDL:28; LDL:170; EAS sem proteína, glicose, hemácias ou leucócitos. Sua principal hipótese para a disfunção renal detectada seria:
Compartilhar