Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Endocrinologia

Pediatria Geral

Criança, 4 anos de idade, é internada com quadro de náusea, vômito e dor abdominal. Apresenta-se torporosa, emagrecida, febril, TAX: 38°C, com sinais de desidratação, apesar da diurese abundante, enchimento capilar: 6 seg, F.R.: 40 irpm, PA: 80x40 mmHg, F.C.: 120/bpm. Os exames laboratoriais iniciais revelaram glicemia: 500 mg/dl, K: 4,7, Na: 126, PCO2: 16 mmHg, PO2: 75 mmHg, SatO3: 95%, gasometria arterial Ph: 7,15, HCO3: 6 mEq/l. Nesse caso, pode-se afirmar que se trata, provavelmente, de

A
cetoacidose diabética
B
diarreia aguda, por rotavírus
C
choque hipovolêmico
D
septicemia
E
intoxicação alimentar
Um menino com síndrome de Down está com 8 meses de idade e tem história de obstipação desde o nascimento. Nunca recebeu aleitamento materno. O médico solicita o exame de enema baritado, onde observa-se zona de transição. O diagnóstico mais provável é:
Paciente, 42 anos de idade, sexo masculino, bancário, etilista crônico, ex-presidiário, casado e pai de 2 crianças de 7 e 9 anos de idade, comparece à consulta de rotina, para controle de diabetes mellitus. Durante a consulta, relata que vem apresentando tosse produtiva, associada a episódios de febre e redução ponderal de 5 kg, há 3 semanas, e que procurou o pronto atendimento da unidade há 1 semana, sendo lhe prescrito amoxicilina, que ele usou, sem qualquer melhora clínica. No exame físico, você identifica adenomegalia axilar à direita e sopro cavernoso em ápice pulmonar direito. O RX de tórax do paciente revelou a presença de velamento alveolar em ápice direito, com formação de caverna de 2,5 cm de diâmetro e a baciloscopia do escarro acusou a presença de BAAR++. Qual das condutas abaixo NÃO se aplicaria inicialmente a esse paciente?
A cirurgia de Sistrunk é utilizada no tratamento do (a):
São critérios sócio-econômicos para a caracterização de risco gestacional:
Compartilhar