Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Infectologia

Criança com tumor de Wilms, em bom estado geral e com hemograma normal, apresenta febre de 38ºC sem foco de infecção detectável ao exame clínico. Não tem cateter central implantado. Qual a conduta mais adequada?

A
Coletar material para hemocultura e iniciar administração de ceftriaxona enquanto se aguarda o resultado do exame.
B
Coletar material para hemocultura, solicitar radiografia de tórax e iniciar antibioticoterapia empírica de amplo espectro.
C
Manter o paciente em observação, sem iniciar antibioticoterapia.
D
Coletar material para hemocultura e exame do líquor e iniciar antibioticoterapia empírica.
E
Coletar material para hemocultura e urocultura e iniciar administração de amoxicilina enquanto se aguarda o resultado dos exames.
Primigesta de 38 anos, na décima sexta semana de gravidez, relatou perda sanguínea vaginal intermitente. A medida da altura do fundo uterino foi de 24 cm, os batimentos cardíacos fetais estavam inaudíveis ao sonar e a dosagem beta-gonadotrofina coriônica foi de 300.000Ul/ml. A causa provável do sangramento é:
Na Síndrome dos ovários policísticos, não encontramos:
A vaginose bacteriana é diagnóstica em paciente de 35 anos baseado em:
Paciente de 22 anos, G2P1A0 (parto vaginal há 3 anos), 33 semanas, chega à emergência da maternidade com sangramento vivo e indolor, de leve intensidade, de início há 2 horas. PA 120 X 80 mmHg, pulso 76 bpm, FR 16 irpm. Ao US evidencia-se placenta prévia marginal e feto com boa vitalidade (BCF 144 bpm, ILA 150 mm, boa movimentação fetal). Qual a conduta mais adequada?
Compartilhar