Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Infectologia

Criança com tumor de Wilms, em bom estado geral e com hemograma normal, apresenta febre de 38ºC sem foco de infecção detectável ao exame clínico. Não tem cateter central implantado. Qual a conduta mais adequada?

A
Coletar material para hemocultura e iniciar administração de ceftriaxona enquanto se aguarda o resultado do exame.
B
Coletar material para hemocultura, solicitar radiografia de tórax e iniciar antibioticoterapia empírica de amplo espectro.
C
Manter o paciente em observação, sem iniciar antibioticoterapia.
D
Coletar material para hemocultura e exame do líquor e iniciar antibioticoterapia empírica.
E
Coletar material para hemocultura e urocultura e iniciar administração de amoxicilina enquanto se aguarda o resultado dos exames.
Um menino de dois anos de idade teve uma convulsão febril vem ao seu consultório um dia após ter sido atendido no serviço de emergência. Ele está afebril no momento, ativo. Sua mãe informa que ele está tomando antibióticos para uma otite diagnosticada na véspera. Ela deseja saber o que esperar no futuro a respeito de sua situação neurológica. Você diz para ela:
Paciente 06 anos de idade, sexo masculino, deu entrada no PS com queixa de dor testicular de início súbito, de forte intensidade, apresentando elevação do testículo na hemibolsa esquerda, doloroso ao toque, com edema local, apresentando 04 horas de evolução. Qual a conduta:
Fármacos do grupo dos benzodiazepínicos e fenotiazínicos melhoram os sintomas comportamentais nos pacientes com quadros demenciais, porém possuem como efeitos colaterais:
Lactente de oito meses de idade, que pesava, ao nascer, 3000 g e, atualmente, pesa 8000 g, iniciou, há 20 dias, quadro de febre alta, vômitos e fezes líquidas, algumas vezes com raias de sangue. Atualmente ele mantém diarreia líquida, associada a distensão abdominal, flatulência excessiva e assadura periana. O diagnóstico provável é diarreia:
Compartilhar