Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Infectologia

Criança de 8 anos, soropositiva para HIV, apresenta tosse crônica, baqueteamento digital, gasometria mostrando hipoxemia e infiltrado intersticial na radiografia de tórax. Esta condição é mais compatível com:

A
Pneumonia intersticial linfocítica.
B
Pneumonia por Pneumocystis jiroveci.
C
Miocardiopatia do HIV.
D
Tuberculose miliar.
E
Histoplasmose.
A chamada Tríade da Fissura Anal Crônica é caracterizada por:
Augusto, 34 anos, chega à Unidade Básica de Saúde queixando-se de estar “alterado” há 08 meses. Conta que evita contato com as pessoas, sente-se totalmente desestimulado no trabalho e percebe perda das emoções e do prazer, além de déficit de atenção e dificuldade para responder perguntas. Declara que os colegas do trabalho querem ocupar seu cargo na empresa e, por isso, fazem piadas e comentários, às escondidas, da sua situação, o que o deixa mais isolado. Nítido descuido da aparência pessoal. Assinale o diagnóstico mais provável:
Recém-nascido a termo com 12 horas de vida encontra-se ictérico, até Zona III de Kramer. Seu tipo sanguíneo é A, Rh positivo, Teste de Coombs direto positivo. Trata-se do terceiro filho de puérpera cujo tipo sanguíneo é O, Rh negativo, Teste de Coombs indireto negativo. O diagnóstico mais provável e a conduta mais adequada para o caso são:
Paciente com Hipertensão Arterial Sistêmica acelerada apresenta ao exame de fundo de olho:
Compartilhar