Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Infectologia

Pneumologia

Doenças Respiratórias

Criança de sete anos apresenta, há três dias, febre acompanhada de tosse, sem esforço respiratório e estado geral conservado. A radiografia de tórax evidencia pneumonia lobar (LID) e derrame pleural homolateral. A punção pleural evidencia líquido citrino, proteína = 4 g/dl, LHD = 500 UI/L, glicose = 55 mg/dl, pH = 7,5 e bacterioscopia negativa. Segundo o Tratado de Pediatria da Sociedade Brasileira de Pediatria, a conduta correta será:

A
internar e tratar com penicilina cristalina IV.
B
tratar ambulatorialmente com claritromicina VO.
C
tratar ambulatorialmente com amoxicilina + clavulanato VO.
D
internar, tratar com oxacilina IV e realizar drenagem pleural fechada.
A presença, no exame radiológico, de pneumatoceles, derrame pleural e abscesso pulmonar, em lactente com broncopneumonia e estado geral comprometido, é indicativa de infecção causada mais provavelmente por:
As discromatopsias adquiridas comprometem principalmente:
O tamponamento cardíaco pode ser suposto clinicamente em um paciente que apresente o(a):
Homem de 40 anos é internado com quadro de astenia, febre baixa, dor precordial constritiva, redução do volume urinário e parestesias em MMll, há 14 dias. Nega patologias prévias. O exame físico mostra PA = 180 x 120 mmHg, FC = 96 bpm, ritmo cardíaco regular com 4° bulha, nódulos eritematosos e dolorosos de 1 cm de diâmetro nos membros inferiores, redução da sensibilidade superficial nos pés e na perna esquerda. Exames complementares: Ht = 38%, leucócitos = 15.000/mm³ (específica normal), VHS = 52 mm/h, glicose = 110, ureia = 63, creatinina = 2,2, CPK = 58, CK-MB = 10 Ul, FAN - negativo, látex = lis, CH 100 = 40%, C3 reduzido, urina = 10 - 15 hemácias/campo, 2-4 piócitos/campo, +++ de proteína, o ECG mostra isquemia em parede lateral, radiografia de tórax normal. Diante desse quadro, o diagnóstico provável é:
Compartilhar