Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Criança do sexo masculino, com sete anos de idade, procedente da Bahia, foi internada com história de distensão abdominal há três meses sem nenhum outro sintoma associado. Pais relataram casos semelhantes em crianças da mesma região e que procuraram tratamento em Brasília. Ao exame físico, apresentava-se emagrecida, hidratada, anictérica, acianótica, hipocorada (+/4), eupnéica, com linfonodos cervicais posteriores de consistência elástica, aumentados e indolores, temperatura axilar de 37ºC. O abdome apresentava-se globoso com esplenomegalia (baço aproximando-se da linha média) e fígado a 2 cm do rebordo costal. Em relação à doença descrita, assinale a alternativa correta.

A
Os achados laboratoriais associados com a doença são anemia, trombocitopenia, leucopenia, elevação de transaminases e hiperglobulinemia.
B
O diagnóstico definitivo da doença é feito pela demonstração de amastigotas em amostras de tecidos ou isolamento do organismo por cultura.
C
A doença deve sempre ser suspeitada em pacientes com febre prolongada, astenia, caquexia, esplenomegalia, hepatomegalia, citopenias e hipergamaglobilinemia, especialmente se o paciente vier de uma região endêmica.
D
As principais causas de óbitos em crianças portadoras da doença são infecções associadas, hemorragia e insuficiência hepática.
E
Os medicamentos de primeira escolha para o tratamento da doença são os imunomoduladores.
Carolina tem 6 anos e foi levada por seu pai para assistir a um espetáculo infantil em comemoração ao Dia da Criança. Subitamente Carolina perde a consciência sendo prontamente encaminhada à Equipe de Emergência lotada no evento. Chega à ambulância em parada cardiorrespiratória e o pai nega doenças previamente conhecidas ou uso de medicamentos regulares. Considerando esta situação, as drogas de escolha na reanimação cardiorrespiratória cerebral de Carolina são:
Com relação à transmissão vertical da Hepatite B; crianças nascidas de mãe portadora de marcadores AntiHBc-IgG/ positivo e antiHBs-reagente, devemos adotar o seguinte esquema imunoprofilático:
Paciente com colecistite crônica deverá ser submetido à colecistectomia. Na consulta pré-anestésica, o paciente fica sabendo que o seu risco cirúrgico é classificado como ASA II, qual o significado deste risco cirúrgico?
No que se refere à hipoglicemia em diabéticos, verifique as seguintes afirmações: I - Nos pacientes com níveis glicêmicos cronicamente elevados, as manifestações de hipoglicemia ocorrem em concentrações de glicose plasmática acima de 75 mg/dL. II - No diabetes tipo 1, a secreção de glucagon, em resposta à hipoglicemia, é diminuída. III - A maior depuração da insulina na insuficiência renal é fator de risco para a hipoglicemia iatrogênica relacionada à insulina. Assinale a alternativa correta:
Compartilhar