Questões na prática

Pediatria

Pediatria Geral

Criança do sexo masculino com 28 dias de vida é internada com febre, irritabilidade e eritema generalizado há aproximadamente 24 horas. A mãe informa que o eritema teve início ao redor dos lábios e narinas. Após 24 horas de internação, a pele começa a se desprender, com formação de bolhas flácidas, e grandes áreas erosadas começam a ser observadas, principalmente nas dobras axilares, cervicais e inguinais. O diagnóstico provável é:

A
síndrome da pele escaldada.
B
lúpus eritematoso neonatal.
C
dermatite seborreica eritrodérmica.
D
psoríase eritrodérmica
E
eritema tóxico neonatal.
Um senhor idoso de 88 anos, pedreiro aposentado, chegou ao pronto-socorro acompanhado por seus familiares. Segundo os cuidadores, o paciente apresentava discurso incoerente há 3 dias. Cochilava várias vezes por dia e quando acordado não parecia reconhecer onde estava. Em alguns momentos ficava agitado e dizia ver sombras que puxavam seus braços e pernas. Tais visões eram mais comuns no período noturno. Na avaliação inicial o paciente colaborou pouco. Não foi capaz de dizer o dia da semana e nem onde estava. Não foi capaz de soletrar a palavra MUNDO de trás para a frente (de forma inversa). Estava com as mucosas secas. Relatou dor no abdômen inferior à palpação. Notou-se tremores de extremidade em repouso e sinal da roda denteada positivo. A pressão arterial era de 90 x 58 mmHg e a frequência cardíaca de 72 bpm. A temperatura axilar era de 35,9 °C. A ausculta pulmonar não demonstrava ruídos adventícios e a ausculta cardíaca sopro sistólico 1+/4+ panfocal. Segundo os cuidadores, também era portador de insuficiência cardíaca congestiva e doença de Parkinson. Fazia uso de carvedilol e biperideno (este último introduzido há 7 dias). Qual a melhor conduta inicial?
Você pode encontrar numa criança saudável, com 4 meses de idade, as seguintes características:
Em relação ao Transplante Intestinal, é CORRETO afirmar:
São exemplos de cardiopatias congênitas cianóticas:
Compartilhar